A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Novembro de 2019

20/10/2019 07:51

Em espetáculo, grupo dança e mostra como as pessoas estão no “Modo Automático”

A apresentação mistura dança contemporânea com a urbana e vai ocorrer no dia 20 de novembro, no Teatro Mace

Alana Portela
Com os olhos vendados, o grupo se movimenta e encena no palco (Foto: Divulgação)Com os olhos vendados, o grupo se movimenta e encena no palco (Foto: Divulgação)

Para discutir sobre como o corpo humano é atingido pela questão do consumismo, a Cia Contempurban apresenta o espetáculo “Modo Automático”. “A ideia é mostrar como estamos sendo afetados pela rotina, virando máquinas e ainda sobrevivendo a tudo”, explica o dançarino, Júlio Ruschel.

Aos 26 anos, ele é diretor do grupo que surgiu há quatro anos, por meio de um trabalho da faculdade. “Sou formado e Artes Cênicas e sempre dancei. Fui convidado para uma apresentação e chamei os amigos para dançar comigo, depois mantivemos o grupo. O meu TCC [Trabalho de Conclusão de Curso] era sobre pesquisa de metodologia em dança”, conta.

Desde então, eles continuaram se apresentando em Campo Grande e criaram o novo espetáculo. O evento será no dia 20 de novembro, às 20h, no Teatro Mace, localizado na rua 26 de Agosto n° 63.

Amigos se reuniram e criaram a Cia Contempurban (Foto: Divulgação)Amigos se reuniram e criaram a Cia Contempurban (Foto: Divulgação)

O espetáculo nasceu a partir de um trabalho feito pela companhia em 2017 e desde então, o grupo vem desenvolvendo os movimentos com a temática. A criação das coreografias é coletiva, mas tem o direcionamento de Júlio.

A apresentação deve misturar a dança contemporânea com a urbana. “A coreografia parte de um olhar investigativo. Quando o tema é consumismo, observamos as pessoas no centro para ver como elas se comportam, os gestos. Tem símbolos do dia a dia de um trabalhador, o uso do celular, o movimento de pegar o ônibus coletivo. Também tem cenas abstratas”, diz o diretor.

Nove bailarinos estarão em cena por 45 minutos e vão ocupar o palco para fazer o público refletir sobre o cotidiano. Antes do “Modo Automático”, os alunos da Escola Estadual Waldemir Barros da Silva fazem a abertura com outro espetáculo. O valor do ingresso é R$40 (inteira) e R$20 (meia-entrada).

Serviços - Mais informações pelo contato 8473-2749.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram

Os dançarinos da Cia Contempurban durante uma apresentação (Foto: Divulgação)Os dançarinos da Cia Contempurban durante uma apresentação (Foto: Divulgação)
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.