ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  11    CAMPO GRANDE 20º

Artes

Em tom de aventura, Fred mostra como lidar com as diferenças em HQ

Fred quer que os leitores comecem a conhecer o universo dos personagens, que farão parte uma história maior em 2021

Por Thailla Torres | 29/05/2020 07:02
Nos dias 30 e 31 de maio, o artista vai lançar o mini quadrinho Spaceshit, durante o “Quarentena Com”. O evento será on-line.
Nos dias 30 e 31 de maio, o artista vai lançar o mini quadrinho Spaceshit, durante o “Quarentena Com”. O evento será on-line.

Se no dia a dia, olho no olho, lidar com as diferentes opiniões e personalidade do outro é coisa difícil, quem sabe isso fique mais fácil com uma dose de aventura e riso através das histórias em quadrinhos. Foi pensando nisso que o artista visual Fred Hildebrand viu nascer em sua imaginação dois personagens, que serão lançados neste fim de semana.

Nos dias 30 e 31 de maio, o artista vai lançar o mini quadrinho Spaceshit, durante o “Quarentena Com”. O evento será on-line.

O lançamento é um mini quadrinho contando um dia na vida da Luiza e do Tio Bigode, e estará disponível na plataforma de quadrinhos digitais Tapas. Fred quer que os leitores comecem a conhecer o universo dos personagens, que farão parte uma história maior com previsão de estreia para 2021.

“Essa é uma história de aventura, então com ela quero trazer algo divertido, engraçado e com uma pitada de drama. São dois personagens com personalidades bem diferentes entre si e que tem que lidar bem com barreira de idade e objetivos pessoais.”, explica.

O projeto começou como um teste, diz. “Para eu aprender sobre esses personagens, sobre como trabalhar uma HQ do começo ao fim e preparar terreno para a verdadeira aventura. Ainda vou produzir mais uma história com eles, para lançar até novembro, e depois lanço uma HQ maior”, revela.

Esse é o projeto de Fred.
Esse é o projeto de Fred.

Fred tem 34 anos, mora em Campo Grande e trabalha com ilustração e histórias em quadrinhos desde 2008. Esta é a primeira vez que faz uma produção sozinho desde o roteiro até o produto final. “Esse é um projeto especial para mim, pois é o primeiro que faço sozinho. Já trabalhei em parcerias com escritores, para criar outros trabalhos, mas esse é o primeiro desde a concepção dos personagens, roteiro e arte”.

Ele conta que sempre foi apaixonado pela ilustração e as histórias em quadrinhos fazem parte da infância. “Isso me levou a trabalhar com desenho, então me formei artista visual pela UFMS e comecei a buscar o mercado de trabalho nessa área. Trabalhei um tempo com ilustração para games, mas atualmente faço ilustração publicitária”, cita.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.