ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEGUNDA  10    CAMPO GRANDE 22º

Artes

Mãe e filhos fazem brincadeira musical e relembram velha infância

Ao lado de percussionista, família se divertiu e ainda gravou quatro vídeos infantis na base da improvisação

Por Raul Delvizio | 11/04/2021 07:15
Adriana ao lado dos filhos e do amigo percussionista; juntos, aprontaram "peripécia" musical (Foto: Arquivo Pessoal)
Adriana ao lado dos filhos e do amigo percussionista; juntos, aprontaram "peripécia" musical (Foto: Arquivo Pessoal)

No início do ano, a arte-educadora da Semed (Secretaria Municipal de Educação) Adriana Barros aprontou uma "peripécia" musical envolvendo seus dois filhos e um músico percussionista amigo da família. Juntos, improvisaram cenário, figurinos e gravaram com o celular mesmo quatro videoclipes que fazem relembrar a velha infância. Uma tarde leve e divertida que, em tempos de pandemia, veio a calhar.

"Tudo foi muito simples feito aqui dentro de casa com ajuda da família. Amo a arte e acredito que só por meio dela somos mais felizes e alegres", ressalta a mãe.

Confira um dos vídeos abaixo:

Foi em janeiro deste ano que Adriana convidou seu amigo músico e percussionista Samuca Brasil – do instituto campo-grandense de mesmo nome – para fazer parte de um projeto que ainda nem sabiam direito o que seria. Na simplicidade das cantigas de roda, nasceu o "Retrato da Infância Musical", um pout pourri de músicas infantis com direito até uma canção autoral escrita pela própria arte-educadora.

"Quando expliquei o que tinha em mente ele adorou a ideia e assim fizemos. Comecei a rascunhar o projeto e tudo acabou sendo feito de forma muito simples aqui dentro de casa mesmo. Em uma tarde, montamos o cenário, vestimos cada um seu figurino e gravamos os vídeos pelo celular mesmo. Deu certo!", comemora.

Tudo foi realizado de forma simples; até o figurino foi fabricado dentro de casa (Foto: Arquivo Pessoal)
Tudo foi realizado de forma simples; até o figurino foi fabricado dentro de casa (Foto: Arquivo Pessoal)

Além de Samuca, os filhos de Adriana, Arthur e Maria Luísa Portugal, também entraram na jogada. Segundo a arte-educadora, os irmãos cantam desde que eram pequenos. Malu, como a família chama a caçula de 11 anos, já participou de 3 etapas do The Voice Kids e até gravou duas canções infantis compostas pela mãe, uma delas que levou prêmio do concurso virtual carioca Meu Pequeno Festival. Porém, é o mais velho de 17 que anda cada vez mais apaixonado pela música.

"Na pandemia, ele aperfeiçoou seu talento musical com muita moda de viola e até fez um canal no YouTube para se divulgar. Já Malu é minha 'passarinha' que anda pela casa cantarolando com sua vozinha meiga e encantadora", conta a mãe coruja.

"O sertanejo é meu estilo de música favorito, é o que eu mais amo tocar e cantar. Mas na realidade, eu gosto de música como um todo, seja ela qual for. Então, para mim, participar de um projeto simples mas tão bonito, ainda mais ao lado da minha família, foi uma satisfação pessoal, um grande aprendizado e o resultado ficou show de bola", finaliza o jovem.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Adriana e seu filho mais velho Arthur em selfie no dia da gravação (Foto: Arquivo Pessoal)
Adriana e seu filho mais velho Arthur em selfie no dia da gravação (Foto: Arquivo Pessoal)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário