ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, DOMINGO  21    CAMPO GRANDE 24º

Artes

Para contar histórias das pessoas, Jina uniu o jornalismo à arte

Desde a pandemia, ela produz ilustrações digitais marcadas pela cor e olhar sensível

Por Jéssica Fernandes | 02/03/2024 07:31
Janaina Araujo e uma das paredes desenhadas à mão. (Foto: Arquivo pessoal)
Janaina Araujo e uma das paredes desenhadas à mão. (Foto: Arquivo pessoal)

A jornalista Janaina Araujo Lima, de 22 anos, encontrou uma forma de unir a profissão e o hobby de infância no mesmo trabalho. Em 2020, ela começou o projeto de ilustrações digitais e murais que contam a história de cada pessoa através da arte.

‘Jina’, como é conhecida, recorreu à produção artística durante a pandemia. No meio do ‘caos’ daquele período, ela encontrou no hobby um jeito de passar pela situação fazendo algo que gostava. No mesmo ano, a jornalista criou o perfil no Instagram que virou portfólio online.

A produção, segundo ela, virou um trabalho paralelo e de aprimoramento da técnica. “Desenhar sempre me fez muito bem, então decidi reunir todos os papeis de caderno, desenhos que tinha e digitalizar. Foi onde eu vi que tinha possibilidade de ganhar dinheiro, fazer um extra e divulgar mesmo o meu trabalho”, comenta.

Desde 2020, ela aposta nos desenhos como trabalho paralelo. (Foto: Arquivo pessoal)
Desde 2020, ela aposta nos desenhos como trabalho paralelo. (Foto: Arquivo pessoal)

A relação com os desenhos vem desde a infância, dos tempos que se saía muito bem nas aulas de arte da escola. “Quando eu era pequena, inclusive falava que eu seria professora de arte. Era uma das minhas brincadeiras imaginar uma sala e eu dando aulas”, recorda.

Mas, aos 17 anos, a artista escolheu o Jornalismo como graduação. Jina optou pelo curso após participar de um projeto de Educomunicação por três anos. Nesse período, ela ficou encantada com o ritmo de produção jornalística, por isso, sequer pensou em ingressar em Artes Visuais.

Ainda assim, a jornalista encontrou uma forma de levar o olhar artístico para a profissão que vai no caminho oposto. “Eu sempre gostei muito de inventar alguma coisa ou me motivar para algo relacionado à arte e acho que consegui e tentei acrescentar isso até hoje. Até no jornalismo”, pontua.

Um dos desenhos digitais feitos para clientes da jornalista. (Foto: Arquivo pessoal)
Um dos desenhos digitais feitos para clientes da jornalista. (Foto: Arquivo pessoal)

Ilustrações - Os trabalhos são todos personalizados conforme o cliente pedir. Como uma boa jornalista, Jina gosta de saber a história de cada um antes de fazer o desenho no papel, que depois será digitalizado.

 “Pode ser um desenho pra avó, marido, namorada. Aí elas me contam aquela história e eu tento trazer elementos pro desenho. Eu acho que isso é um pouco do jornalismo com o desenho, que são as histórias das pessoas transformadas. No final das contas tudo soma”, destaca.

Além dos desenhos digitais, ela também se arrisca nos murais coloridos. Essa segunda forma de produção é algo que ela vem experimentando pouco a pouco. Quem quiser conhecer o trabalho, o perfil no Instagram é @jinaarte

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News

 Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias