A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

27/03/2018 07:34

Para ver desenhos ganharem vida, Sarah cria peças coloridas com papel machê

Thailla Torres
As esculturas são bonecas, ilustrações, acessórios para pendurar na parede e até o rosto de pessoas feitos com papel maché. (Foto: Sarah Caires)As esculturas são bonecas, ilustrações, acessórios para pendurar na parede e até o rosto de pessoas feitos com papel maché. (Foto: Sarah Caires)

Há três anos a artista plástica Sarah Caires cria peças coloridas e delicadas em papel machê. São bonecas, ilustrações e acessórios para pendurar na parede ou espalhar para dar graça pela casa.

Criança, Sarah aprendeu sobre arte olhando o pai que pintava. Quando precisou escolher a faculdade, foi logo para a Artes Visuais e durante o curso trabalhou com cerâmica, resinas e materiais mais pesados. Até que um dia decidiu dar vida aos seus desenhos depois de conhecer a técnica com papel machê.  "Eu tinha um pouco de dificuldade de passar o meu desenho para o 3D e o papel me deu essa possibilidade. Eu sai do bidimensional para tridimensional", explica a artista.

Em seu ateliê, Sarah produz com papel machê há 3 anos. (Foto: Everson Tavares)Em seu ateliê, Sarah produz com papel machê há 3 anos. (Foto: Everson Tavares)

Os personagens de Sarah apareceram de forma intuitiva, mas sempre com alguma ligação a pessoas bem próximas. "No início, com as bonequinhas,  me inspirei muito nas características da minha irmã. Porque a figura feminina sempre foi muito forte e presente no meu dia a dia, com ela e com a minha mãe".

Desde então, a técnica entrou de vez em sua vida e as esculturas foram "nascendo" dia após dia. As peças variam de 20 a 80 centímetros, todas feitas à mão, com detalhes coloridos e lúdicos pintados com tinta acrílica, o que deixa uma peça mais delicada que a outra.

Tudo é feito sob encomenda, mas cada escultura tem uma característica e o processo é demorado, porque o papel machê tem secagem lenta e necessita de até sete camadas de material até que a peça esteja pronta para lixar e pintar.

Sarah também trabalha com a ''papietagem'', uma técnica manual, feita com jornais recortados e cola em que é preciso ter um molde como base, mas que também exige paciência e capricho até a criação ficar pronta.

Em 2018, Sarah lançou um novo projeto no Youtube, com objetivo de atrair mais pessoas para a arte e mostrar sua técnica de papel machê para o mundo. Quem tiver interesse em adquirir uma peça, basta entrar em contato com ela pelo Instagram.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

As bonequinhas não tem nome, mas são inspiradas  em pessoas próximas a Sarah. (Foto: Thauanny Maíra)As bonequinhas não tem nome, mas são inspiradas em pessoas próximas a Sarah. (Foto: Thauanny Maíra)
Raposa de papel machê para pendurar na parede.Raposa de papel machê para pendurar na parede.
Peça do amor. (Foto: Sarah Caires)Peça do amor. (Foto: Sarah Caires)
Além de fofas, as bonequinhas são uma ótima opção para presentear. (Foto: Thauanny Maíra)Além de fofas, as bonequinhas são uma ótima opção para presentear. (Foto: Thauanny Maíra)
Elas também acrescentam, de um jeito delicado, na decoração. (Foto: Thauanny Maíra)Elas também acrescentam, de um jeito delicado, na decoração. (Foto: Thauanny Maíra)
Pequeno príncipe de papel machê para pendurar na parede. (Foto: Sarah Caires)Pequeno príncipe de papel machê para pendurar na parede. (Foto: Sarah Caires)
Cabeções de papel machê que não estão à venda, mas Sarah gosta de levar por aí, para contar um pouquinho da história de seu trabalho. (Foto: Thauanny Maíra)Cabeções de papel machê que não estão à venda, mas Sarah gosta de levar por aí, para contar um pouquinho da história de seu trabalho. (Foto: Thauanny Maíra)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.