ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SEGUNDA  24    CAMPO GRANDE 26º

Artes

Sem precisar de museus, arte é projetada pelos muros e prédios da cidade

VJ Suave trouxe projeto para a Capital, que tem proposta de unir arte e tecnologia

Por Bárbara Cavalcanti | 29/11/2021 08:32
Arte sendo projetada em fachada do Hotel Gaspar. (Foto: Marithê do Céu)
Arte sendo projetada em fachada do Hotel Gaspar. (Foto: Marithê do Céu)

Arte projetada em prédios históricos pela Capital é o que o artista visual Ygor Marotta trouxe para o Campão Cultural. Ao longo do evento, no Centro Cultural Otávio Guizzo, a exposição imersiva DIVERSOS traz a arte projetada de vários artistas locais, além de outras intervenções que acontecem em prédios históricos pela cidade.

Ao ser questionado sobre a definição do que faz, ele explica que ainda é algo recente no meio artístico. “É uma coisa nova que a gente faz, é algo que trabalha arte e tecnologia, artista digital, artista multimeio”, detalha.

Ele, junto com Ceci Soloaga, fazem parte do VJ Suave, desde 2009. Eles têm um triciclo com um projetor, chamado de Suaveciclo, que possibilita a projeção itinerante por várias partes da cidade.

“A gente achou uma forma de mostrar nossa arte sem depender de um museu, uma galeria, um convite. É pra ficar livre, mostrar o que a gente gosta e o que a gente desenha, é experimentar dentro do mundo da arte”, comenta.

Arte sendo projetada na parede do Armazém Cultural. (Foto: Marithê do Céu)
Arte sendo projetada na parede do Armazém Cultural. (Foto: Marithê do Céu)

Pela primeira vez em Campo Grande, o VJ Suave não apenas fez intervenções artísticas pela cidade, como a exposição e projeções feitas no Armazém Cultural, como também trouxe as oficinas para compartilhar e inspirar artistas locais.

“É algo muito prazeroso de além de apresentar nosso trabalho, poder contribuir com a arte local, é uma chance bem massa de poder interagir com os artistas locais. Por aqui, tem bastante prédio histórico, uma arquitetura bem clássica”, comenta.

Nas oficinas, os alunos conheceram a Tag Tool, ferramenta com a qual é possível desenhar e animar em tempo real. O trabalho de artistas locais ainda era desconhecido para Ygor. “A gente fez ali algo que eles nunca tinham tido feito antes”, expressou.

Exposição imersiva no Centro Cultural Otávio Guizzo. (Foto: Daniel Reino)
Exposição imersiva no Centro Cultural Otávio Guizzo. (Foto: Daniel Reino)

A exposição imersiva DIVERSOS fica na Galeria América Cardinal, no Centro Cultural José Octávio Guizzo, na Rua 26 de Agosto, no Centro e estará disponível das 9h à 22h.

Na sexta-feira (3), o Suaveciclo roda pelo Centro de Campo Grande fazendo projeções no Armazém Cultural, Hotel Gaspar e na Morada dos Baís.

São obras de Júlio Cabral (MS), Jeanne Karla (MS), Jonir (MS), Márcia Albuquerque (MS), Dudu Azevedo (MS), Erika Pedraza (MS), Gaphomett (MS), Gabriel (MS), Rebeca Rodrigues (MS), Maria Chiang (MS), Auá Mendes (SP) e VJ Suave (SP).

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário