ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, TERÇA  07    CAMPO GRANDE 31º

Comportamento

Aos 16 anos, Arthur tira gurizada de casa cedo para plantar árvore

Ele criou projeto para incentivar jovens a pensarem no meio ambiente e fazerem ações que promovem mudanças

Por Thailla Torres | 23/10/2021 10:59
Plantio foi realizado na manhã de hoje na Praça do Ceguinho. (Foto: Mercedes Alencar)
Plantio foi realizado na manhã de hoje na Praça do Ceguinho. (Foto: Mercedes Alencar)

Arthur Thill, de 16 anos, poderia dormir até mais tarde neste sábado (23) como muitos adolescentes. Mas ele resolveu pular cedo da cama e ir com os amigos e a família plantar árvores em uma das praças de Campo Grande.

Sua atitude faz parte da primeira ação realizada através de um projeto de revitalização criado por ele. Sua ideia é plantar mudas em áreas que sofrem da baixa arborização.

Sem pensar duas vezes, ele escreveu o projeto, levou sua proposta até a Prefeitura de Campo Grande, a Semadur (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) adorou a ideia e resolveu patrocinar com divulgação e também doação de 50 mudas para esse primeiro plantio.

Por isso, Arthur deixou seu Bairro São Jorge da Lagoa na manhã de hoje, mesmo com tempo nublado, e seguiu até a Praça do Ceguinho, no Bairro Amambaí, para dar início ao projeto.

Com ele, estavam amigos e também moradores da região. “Antes de iniciar o plantio, fizemos também um trabalho de conscientização para que juntos, a gente monitore essa praça e cuidemos dessas mudas”, diz o menino.

50 mudas doadas pela Semadur foram plantadas hoje. 
50 mudas doadas pela Semadur foram plantadas hoje.

Além disso, ele também quer com o seu projeto, tirar a meninada de casa e fazê-la pensar com mais força sobre o meio ambiente. “Vejo que nossa geração tem esquecido as questões ambientais, muitos nem falam sobre elas, então, quero atrair principalmente as pessoas da minha idade a pensar em soluções e colocar isso em prática no dia a dia”, destaca Arthur.

Hoje foi o primeiro passo, mas se tudo der certo, Arthur já pensa em levar o projeto de plantio para outras regiões da Capital.

O gosto por ações semelhantes surgiu na infância, influenciado pelos pais, que sempre conversaram sobre a importância do meio ambiente. Agora, ele não pensa em parar.

Na semana passada, quando a chuva e ventania atingiram Campo Grande com tudo, deixando rastros de destruição por quase toda cidade, Arthur também não ficou quieto em casa. Ele até se voluntariou para ajudar a Defesa Civil nos estragos. “Não podemos ficar quieto. Meio ambiente precisa de nós”, finaliza o menino após ação.

Para uma das moradoras da região, Mercedes Alencar, filha do famoso Ceguinho, o momento é de muita emoção. "Receber na Praça do Ceguinho essa juventude com iniciativa própria de fazer pelo meio ambiente, pelo planeta, me causa um sentimento de dever cumprido. A ideia da praça é associar o empreendedorismo do meu pai, o Ceguinho, às causas empreendedoras e transformadoras".

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário