A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

04/11/2017 07:05

Depois de largar a bicicleta para cuidar dos gatos de rua, Zuallaê virou livro

Thailla Torres
Agora o ele faz campanha pela proteção  e adoção dos bichinhos. (Foto: Marcos Ermínio)Agora o ele faz campanha pela proteção e adoção dos bichinhos. (Foto: Marcos Ermínio)

Uma alegria imensa tomou conta de Zullaê, de 12 anos, depois que sua gentileza ganhou o mundo. O garoto que comoveu as redes sociais, em janeiro deste ano, ao trocar a bicicleta por ração para os gatos de rua, agora vai ter sua história eternizada em um livro.

O gesto do menino chamou atenção do escritor Marcos Ribeiro, do Rio de Janeiro, que decidiu colocar Zullaê nas páginas do seu novo livro "Fazer o bem, pra quem?" como uma das pessoas que fazem o bem e traz o amor solidário no peito.

Quando o pedido de autorização chegou por telefone, Zullaê admite que ficou todo satisfeito. "Fiquei muito feliz. Ele perguntou se podia contar essa história. Daí contei tudo pra ele".

Mãe do garoto, Lourdes Ramires, de 45 anos, é só orgulho do filho. "Fiquei muito feliz por ele. Não imaginava toda aquela repercussão, mas veio por uma boa causa. Ele continua ajudando os gatos até hoje", relata.

A dedicação de Zullaê só aumentou depois que sua história foi parar no jornal, inclusive, no Lado B. Mas agora o ele faz campanha pela proteção dos animais. "Infelizmente muitas pessoas vieram abandonar os gatos na nossa casa. Ele não rejeitou nenhum. Antes eram 14, agora são 45. Eu trabalho vendendo bala e meu marido é autônomo, mas não temos condições e nem estrutura para abrigar novos gatos em casa", diz a mãe.

Por isso, o menino coloca alguns gatinhos para adoção, no entanto até agora ninguém quis. "Muita gente rejeita porque é adulto achanado que ele não vai se adaptar ao ambiente".

Depois  200kg de ração arrecadados, agora só há 25kg e Zullaê ainda tenta arrumar veterinário para os animais. 

Agora, além de toda dedicação, boas notas na escola e o sonho de ser um jogador de futebol, o garoto torce para conseguir ir ao Rio de Janeiro para o lançamento da obra que será no dia 25 de novembro. "Ainda estamos tentando ver passagem ou patrocínio, ele deseja muito ir", afirma Lourdes.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.