A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

17/10/2017 08:14

Eles são os gatos do pedaço, mas todo mundo só quer adotar cachorro no CCZ

Thailla Torres
Que tal mudar o futuro desses gatinhos? (Foto: Marina Pacheco)Que tal mudar o futuro desses gatinhos? (Foto: Marina Pacheco)

Todo mundo parece que já teve um dono, mas chega ali em condições desumanas. Outros são entregues bem cuidados e com a desculpa que foram encontrados nas ruas. Praticamente todos os dias o CCZ (Centro de Controle de Zoonozes) coloca dezenas de gatos para adoção e ninguém quer. Os cães continuam sendo os preferidos.

A rejeição é por conta de mitos e preconceitos criados sobre os bichinhos. Tem gente que acredita que gato não tem a mesma fidelidade que um cachorro. O chamam até de traiçoeiro. "Isso não é verdade. A gente convive diariamente com esses animais e basta chegar perto para descobrir o tanto que o gato é carinhoso. Infelizmente, é uma resistência cultural em decorrência de um mito e que precisa ser rompido", explica a médica veterinária, Claúdia Macedo.

Se o gato é preto, o bicho sofre até na Sexta-Feira 13 em que o CCZ precisa barrar adoções. Isso porque muita gente aproveita a data só para fazer maldade com o animal. "A gente faz de tudo para que essa maldade não aconteça. E depois disso, poucas pessoas ficam sensibilizadas em adotar", lamenta.

Para incentivar a adoção, o CCZ promove mutirões em busca de um novo lar para os bichinhos. Os adultos são entregues vermifugados e castrados para que a turminha dos felinos não fique de lado. Todos os dias, são castrados pelo menos cinco gatos que depois vão para a lista de espera.

"São todos saudáveis e só precisam de carinho. Tem gente que chega aqui preocupada com estética, mas isso não importa", afirma.

Claúdia reitera a importância da castração para evitar que novos animais sejam abandonados. "O CCZ disponibiliza isso gratuitamente. Mas o proprietário que não quiser aguardar na fila, precisa ter consciência que existem muitos médicos veterinários que campanha de castração a preços irrisórios. É uma das maneiras da gente contribuir contra o abandono desses animais"

Um levantamento mensal da Secretaria Municipal de Saúde mostra bem a diferença de interesses. De janeiro a agosto deste ano, 960 cães foram adotados enquanto só 441 gatos tiveram a chance de uma nova família. 

Serviço -  Hoje tem 9 adultos e 10 filhotes disponíveis no CCZ. Quem tiver interesse, o horário para adoção é de segunda a sexta das 17h às 19h. Sábado e domingo das 14h às 19h. O interessado deve chegar ao local com cópia do RG, CPF e comprovante de residência.

Já o serviço de castração é gratuito e as vagas para o procedimento abrem a partir do dia 20 de cada mês. Agendamentos somente pelos telefones: (67) 3313-5003 ou 3314-9500. É cobrado apenas uma taxa de R$ 15,00 para a microchipagem.

O CCZ fica na Avenida. Senador Filinto Müller, 1601, Vila Ipiranga.

Veja alguns gatinhos que estão disponíveis para adoção nas fotos abaixo.

Curta o Lado B no Facebook ou Instagram.

Olha só esse filhotinho. (Foto: Marina Pacheco)Olha só esse filhotinho. (Foto: Marina Pacheco)
Gato preto mais charmoso, né? (Foto: Marina Pacheco)Gato preto mais charmoso, né? (Foto: Marina Pacheco)
E esse olhar, quem resiste?(Foto: Marina Pacheco)E esse olhar, quem resiste?(Foto: Marina Pacheco)
Esse é o galante da turma. (Foto: Marina Pacheco)Esse é o galante da turma. (Foto: Marina Pacheco)
E aí, que tal me adotar? (Foto: Marina Pacheco)E aí, que tal me adotar? (Foto: Marina Pacheco)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.