A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Junho de 2019

02/06/2019 08:41

Fãs de finais felizes, mulheres falam sobre livros de romances de época

O encontro foi realizado na livraria de Campo Grande e as leitoras comentaram sobre autoras reconhecidas

Alana Portela
O grupo de leitoras usou um projetor para auxiliar na conversa (Foto: Kisie Ainoã)O grupo de leitoras usou um projetor para auxiliar na conversa (Foto: Kisie Ainoã)

Viver no mundo das fantasias e dos finais felizes é uma forma de terapia para mulheres que querem se desligar da vida real. No período em que poucos têm tempo para o amor, leitoras se reuniram para o 6º Encontro Nacional de Romances de Época em Campo Grande realizado ontem (1º), na Livraria Leparole. Obras de autoras como Julia Quinn, Mary Balogh, Hannah Howell, Lisa Kleypas são as opções indicadas para quem gosta de histórias românticas e de voltar ao passado, no período do cavalo branco, vestidos longos e nobreza.

“A leitura não é apenas para o conhecimento da estrutura gramatical, também ajuda ir para outro universo, conhecer outros mundos, personagens e realidades. Expande a criatividade”, explica turismóloga, Jéssica Asato sobre a leitura. O encontro é idealizado pela Editora Arqueiro e ocorre em várias capitais do país.

Jéssica Asala organizou o evento e fala que a leitura mexe com a imaginação (Foto: Kisie Ainoã)Jéssica Asala organizou o evento e fala que a leitura mexe com a imaginação (Foto: Kisie Ainoã)

Ela é organizadora do encontro e fala sobre o motivo dos livros serem seu refúgio. “Sempre gostei de ler e quando tive problemas de saúde, usei eles como terapia. Foi através de blogs literários que conheci as editoras e entrei nesse universo. Criamos um grupo no Whatsapp para cada mês debater sobre uma obra específica. O pessoal prefere o romance por conta dos finais felizes”, conta.

A advogada Andreia Nantes foi a mediadora do encontro e disse que a reunião serviu para trocar ideias com outras leitoras. “Criei o hábito de ler na adolescência e agora me reúno para dividir experiências literárias. Fazemos um bate-papo e conversamos sobre as novidades, acompanho o trabalho da Julia Quinn”, disse.

Quinn é uma autora americana de bestsellers de romances históricos. Escreveu várias obras como “Mais Lindo que a Lua” “A Soma de Todos os Beijos”, “Uma Noite como Está” e seus livros já foram lançados em 29 países.

Mari Sales é escritora e levou os filhos para participar da reunião  (Foto: Kisie Ainoã)Mari Sales é escritora e levou os filhos para participar da reunião (Foto: Kisie Ainoã)

O evento contou com poucas mulheres, mas nem por isso elas deixaram de falar sobre as ideias e conhecimento sobre o mundo literário. A escritora, Aline Pádua, explica o conceito do romance de época. “Mostra como era antigamente, os vestidos antigos, comportamento. A Julia Quinn traz mulheres diferentes, à frente do tempo. Ela te faz gostar daquilo porque tem todo um contexto geral do período, com romance. Vem cavalos, vestidos, festas da nobreza”, relata.

A escritora também comenta sobre o romance contemporâneo. “Nesse traz assuntos atuais, empoderamento, mulheres na batalha e a história de amor pode até ser segundo plano. Tem ainda o romance de época de guerra, que trata da guerra e do relacionamento”, explica.

Aline escreveu seu primeiro livro em 2015 e conta que o motivo de ter se tornado autora é porque queria mudar os rumos das histórias que costumava ler. “Buscava um final diferente para as obras. Os meus trabalhos são obras de romances contemporâneos e já lancei a série ‘O que Sobrou’, ‘Sentimentos’ e tem a obra ‘Rejeitada pelo Ceo’ que vai entrar”, adiantou.

A também escritora, Mari Sales, levou os dois filhos pequenos para participar do evento e disse que a leitura incentiva o imaginário. “Na escola eles têm uma tarefa que se chama Mala da Leitura, que vem um livro diferente e tem que fazer com os pais. A gente tenta cultivar isso, porque é preciso ler. Acho que todos gostam de ler, talvez o que pode acontecer é da pessoa não achar o tipo certo de livro. Meus filhos até quando vão dormir pedem para contar historinhas”, falou.

Para auxiliar no bate-papo, as leitoras usaram um projetor para expor imagens das autoras de romance de época na parede. Na reunião as participantes falaram sobre o trabalho de Lisa Kleypas, que escreve histórias que se passam no século 19. Ela é autora de “Um Sedutor sem Coração”, um romance com uma narrativa temperada com tiradas espirituosas e cenas sensuais. Outra escritora recomendada pelas leitoras é Hannah Howell, que tem como um dos temas principais a Escócia Medieval.

Durante o bate-papo as leitoras lembraram ainda da autora Mary Balogh, que escreveu o livro “Uma Proposta”, falando sobre a segunda chance e a perseverança do amor. O encontro encerrou com comes e bebes.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram

As leitoras se reuniram para falar sobre as autoras de romances  (Foto: Kisie Ainoã)As leitoras se reuniram para falar sobre as autoras de romances (Foto: Kisie Ainoã)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.