ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 25º

Comportamento

Narrador chora ao saber que irmão reagiu na UTI ao ouvir sua voz

Na UTI, Reginaldo ouviu irmão em reportagem durante transmissão de jogo e teve reação que surpreendeu médicos

Por Lucas Mamédio | 01/04/2021 08:00
Ronaldo se emociona ao vivo após saber da reação do irmão internado (Foto: Reprodução)
Ronaldo se emociona ao vivo após saber da reação do irmão internado (Foto: Reprodução)

O jogo entre DAC de Dourados e o Aquidauanense pela 6ª rodada do Campeonato Sul-Mato-Grossense parecia ser mais uma transmissão das dezenas que o narrador e jornalista Ronaldo Régis já fez em sua carreira – mas não era.

Uma surpresa durante a transmissão do jogo pela emissora de rádio onde trabalha o emocionou ao vivo, bem como a todos que acompanhavam a partida. Com o irmão, Reginaldo Régis, internado numa UTI (unidade de terapia intensiva) de Corumbá por conta de complicações causadas pela covid-19, Ronaldo recebeu a informação por meio do repórter de campo de que Reginaldo ouviu a voz dele na TV e teria reagido com alegria, surpreendendo até o médico.

Apesar de trabalhar numa rádio, Ronaldo fez uma reportagem em parceria com emissora de televisão, que transmite os jogos do Estadual pela TV, contando a história do estádio onde a partida acontecia.

Reginaldo à esquerda e o irmão Ronaldo (Foto: Arquivo Pessoal)
Reginaldo à esquerda e o irmão Ronaldo (Foto: Arquivo Pessoal)

“O médico que atendia meu irmão, por coincidência, era torcedor do Aquidauanense e colocou o jogo na TV da sala onde os pacientes estavam. Foi nesse momento que apareceu minha reportagem e o Reginaldo ouviu minha voz”, conta Ronaldo.

Segundo o médico, Renato Oliveira, o paciente teve uma reação súbita e eufórica. “Ele falava: 'é meu irmão, é ele que ta falando'".

Imediatamente o médico avisou a família que mandou mensagem para o colega de trabalho. Na sequência ele avisou Ronaldo da reação do irmão, que se emocionou ao vivo.

“Eu tive que me segurar ao extremo pra concluir a transmissão do futebol. Acontece que eu já havia chorado muito quando ele foi transferido. A gente diariamente tem um turbilhão de informações sobre este vírus e outro turbilhão de dúvidas também. Todos estamos vulneráveis, a população está vulnerável. Estou acostumado a dar notícias e de repente, ao vivo, recebo a notícia de que meu irmão, no leito de UTI, reage e grita meu nome  para os médicos me verem na TV. É de Deus, porque não é normal eu aparecer na TV, porque sou de rádio. De repente eu apareço justamente no dia em que meu irmão estava precisando de um empurrão para reagir”.

Veja o momento:

O médico que acompanha Reginaldo disse que com certeza essas são coisas que ajudam na recuperação. “Ele estava com 90% do pulmão comprometido e depois desse dia vem melhorando com muita rapidez. Tudo ajuda numa situação como essa”.

“Ele está muito ansioso, pois sabe que a filha chegou do Canadá  para estar com ele. Desde o dia do jogo está mais otimista e interagindo com a equipe da UTI com mais animação. Ele ainda necessita de máscara de oxigênio e a saturação está em 94.  Creio que em breve ele vai sair de lá”, finaliza Ronaldo.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário