A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

03/10/2017 06:20

Para felicidade de João Pedro, Athos voltou após mais de 20 dias desaparecido

Cachorro sumiu no dia 10 de setembro e menino autista perdeu o melhor amigo, mas história teve final feliz

Ângela Kempfer
João Pedro cheio de chamego com Athos.João Pedro cheio de chamego com Athos.

A semana começou com um sorrisão estampado no rosto de João Pedro. O menino autista, que havia perdido o melhor amigo no início de setembro, no Bairro Betaville, reencontrou Athos no domingo. 

O labrador estava ali, pertinho, em uma casa no bairro ao lado, na região da Coopharádio. Quem cuidava dele garante que comprou Athos de um desconhecido. Diz que ao descobrir que o labrador tinha dono, resolveu anunciar o paradeiro de Athos no site OLX e a notícia chegou até a família do menino.

Mas para os pais do garoto pouco importa o que realmente aconteceu. O único interesse é a felicidade de João Pedro, que provou o quanto a presença do labrador tem sido fundamental na relação dele com o mundo.

João não esqueceu do melhor amigo. Quando o cachorro voltou para casa, a mãe perguntou ao menino: "Adivinha quem está aqui". Sem pensar duas vezes, o filho respondeu com outra pergunta: "O Athos?".

Para uma criança autista, vínculos assim são sempre muito comemorados. "Foi uma surpresa. Porque durante o tratamento sempre me disseram que iam ensinar o meu filho a sentir emoção, a amar, e eu vejo que deu certo", comemora a mãe, Rosângela.

Quando Athos sumiu, depois de um descuido que deixou o portão de casa aberto, João Pedro teve noites mal dormidas, problemas na escola, voltou a ficar agressivo com professores e todos perceberam que algo havia mudado. "Foram dias difíceis, mas que mostraram para quem não dá importância o quanto a rotina é fundamental para um autista", comenta a mãe.

Para Athos, as semanas longe de casa também parecem ter sido difíceis, a contar pela reação ao retornar. Rosângela, sempre resistente a ideia de ter um cachorro, foi uma das mais emocionadas com a reação do labrador. "Nossa, ele me abraçava e chorava mesmo. Pena que a gente não filmou, porque foi um reencontro muito emocionante", conta.

Para João Pedro, demonstrar afeto não é tarefa fácil, mas com Athos as coisas começam a entrar nos eixos. "Ele já começou a passar a mão na cabecinha, depois na orelha do Athos. É lindo ver", diz Rosângela.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.