A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

08/09/2018 08:40

Todo mundo faz sexo, mas na hora "h" são poucos os motéis com acessibilidade

Apenas os prédios mais novos possuem suítes realmente adaptadas para receberem deficientes físicos

Thaís Pimenta
Suíte Luxo Pole Dance, do Motel Lago do Amor, é adaptada a deficientes físicos e pessoas com mobilidade reduzida. (foto: Divulgação Motel Lago do Amor)Suíte Luxo Pole Dance, do Motel Lago do Amor, é adaptada a deficientes físicos e pessoas com mobilidade reduzida. (foto: Divulgação Motel Lago do Amor)

Transar todo mundo transa mas os deficientes físicos tem menos possibilidades e opções quando se trata de moteis adaptados a eles em Campo Grande. Em uma pesquisa do Lado B encontramos apenas dois moteis realmente adaptados, ou seja, com portas de acesso maiores, banheiros com as dimensões certas para receber uma cadeira de rodas, vaso sanitário próprio para deficientes e, finalmente, uma pia com espaço abaixo da louça, para que se torne possível fazer uso dela.

Outros dois locais afirmaram que "acham que entra uma cadeira de rodas no banheiro da suíte",  provando que, se um cadeirante, por exemplo, quiser fazer uso do espaço vai ter que se preparar para manobrar no espaço. 

No Motel Ponto G há uma suíte do tipo Aqua, com banheira de hidromassagem, própria para  uso dos deficientes. Mas de acordo com o proprietário Carlos Genoud Neto, a procura dos deficientes físicos é zero. "Eu divulgo nas redes sociais mas o pessoal não procura esse tipo de serviço. Quem usa essa suíte é quem não tem deficiência e eu acho isso muito triste porque já são poucos os lugares que atendem a esse público", diz ele.

 

Suíte Aqua do Motel Ponto G tem acessibilidade e é bem charmosa. (foto: Acervo Pessoal Motel Ponto G)Suíte Aqua do Motel Ponto G tem acessibilidade e é bem charmosa. (foto: Acervo Pessoal Motel Ponto G)

Carlos diz que é previsto em lei que as novas construções possam atender a deficientes físicos. "Construções antigas não há essa obrigatoriedade", completa. De acordo com a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência nº 13.146, é obrigatório que todos os meios de hospedagem ofereçam 10% de seus apartamentos adaptados a pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

No Motel Lago do Amor também há uma suíte, o quarto luxo Pole Dance, reservada a atender este público. De acordo com a gerente, são poucas as pessoas que o procuram mas, vez ou outra, dá pra observar que quem entra é cadeirante. "Nós não temos como ter visibilidade neste caso porque motel é um ambiente muito reservado mas as vezes sabemos que a pessoa tem mobilidade reduzida porque eles perguntam para as atendentes se há acessibilidade no quarto", explica.

Em ambos os moteis o valor das suítes não se difere de nenhuma das outras por ser um quarto adaptado. "Inclusive esse é um dos quartos mais baratos nossos porque não tem banheira", completa Edna.

Já na Pousada e Motel Lumiére e no Stillu's Motel existe suítes que não foram adaptadas por esse público mas os funcionários que atenderam ao Lado B disseram que é possível o uso dos quartos por cadeirantes. 

Curta o Lado B no Facebook  e no Instagram.

 

Pia precisa ser adaptada. (foto: Acervo Pessoal Motel Lago do Amor)Pia precisa ser adaptada. (foto: Acervo Pessoal Motel Lago do Amor)
Assim como o vaso sanitário. (foto: Acervo Pessoal Motel Lago do Amor)Assim como o vaso sanitário. (foto: Acervo Pessoal Motel Lago do Amor)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.