A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Setembro de 2017

25/07/2017 06:25

Ver um ídolo partir é uma perda familiar para quem há anos faz cover de Chester

Ainda com dificuldade de aceitar a perda, Danilo se prepara para uma grande homenagem ao ídolo

Thailla Torres
Há 3 anos Danilo decidiu fazer cover de Chester com sua banda LPU. (Foto: Arquivo Pessoal)Há 3 anos Danilo decidiu fazer cover de Chester com sua banda LPU. (Foto: Arquivo Pessoal)

Naquela tarde, 20 de julho, Danilo conversava com os amigos na esperança que a notícia sobre a morte do ídolo não passasse de mais uma brincadeira de mau gosto, igual a de anos anteriores em que sites divulgaram a morte do cantor de rock Chester Bennington, por engano. Mas dessa vez era verdade, e Danilo está triste, porque a perda de um ídolo abalou muito.

Chester Bennington, vocalista da banda Linkin Park, morto aos 41 anos após cometer suicídio na última semana, virou símbolo de uma nova geração do rock, e fruto de admiração de adolescentes e adultos em todo o mundo nos anos 2000.

"A morte de Chester é uma dor muito grande. Ninguém vai o substituir", conta. Ainda com dificuldade de aceitar a perda, Danilo Borges Justino, de 32 anos, descreve como o vocalista se tornou mais do que um músico em sua vida. Virou inspiração para todos os momentos de Danilo que é carioca, mas casou com uma campo-grandense e hoje mora em Campo Grande.

Banda LPU. Banda LPU.

Até na história de amor de Danilo o ídolo marcou presença. "Conheci minha esposa ouvindo Linkin Park. Me apaixonei por ela com as mesmas músicas que ouvíamos", começa recordando que teve o prazer de assistir o show da banda Linkin Park pela primeira vez em 2004 no Brasil.

A admiração foi tanta que há 3 anos Danilo decidiu fazer cover de Chester com sua banda LPU, inspirado pelo vocal explosivo do músico que marcou sua juventude e hoje vai continuar como forma de homenagem. 

"Todo mundo que está faixa etária entre 25 e 35 anos, teve uma adolescência marcada por Linkin Park. Tem gente que acha exagero toda essa admiração, mas foi um cara que trouxe a revolução no rock, com um vocal gritante que emocionava. Por isso ele faz parte da minha inspiração para cantar, ter coragem para ingressar com uma banda de rock e subir ao palco realizando meu sonho de trabalhar com música".

A capacidade incomparável de Chester nos palcos agora vai ficar na memória. "Era uma coisa absurda, surpreendente, dificilmente vou ver o que esse cara fazia em outro artista", diz.

Danilo ainda recorda da primeira vez que viu Chester de perto, enfrentou fila e emoção para cantar as músicas preferidas no primeiro show da banda pelo Brasil.

CD's que fazem parte da coleção de Danilo. CD's que fazem parte da coleção de Danilo.

"A emoção foi surreal, é algo inimaginável assistir uma performance ao vivo. Eu e minha esposa compramos o ingresso antecipado, chegamos horas antes na fila para pegar um lugar mais próximo ao palco e até hoje guardo com carinho os vídeos que fiz dele naquele dia".

Em casa, guarda recordações, encartes preferidos, CD's e camisetas da banda que marcou vários momentos de sua vida. Mas agora, toda dedicação será para fazer um show a altura como forma de homenagem a Chester, que presenteou milhares de fãs com canções eternas.

''Confesso que estou me preparando. Acho que vai ser difícil subir  no palco e interpretar sem conter a emoção. O próximo show está marcado no Rio de Janeiro, mas espero em breve fazer um som para a galera admiradora do rock em Campo Grande".

Quem quiser acompanhar o trabalho de Danilo ou contratar a banda, o contato é pela Fanpage.

Curta o Lado B no Facebook.




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.