A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

31/12/2017 11:52

Veterinários dão dicas de como proteger seu pet dos fogos de artifício

Mirian Machado
Veterinário Francisco ensinou como enfaixar cachorrinhos para amenizar efeitos dos fogos (Foto: Marcos Ermínio)Veterinário Francisco ensinou como enfaixar cachorrinhos para amenizar efeitos dos fogos (Foto: Marcos Ermínio)

Assustados e estressados. É assim que passam a virada ano para muitos animais de estimação. Se para as pessoas é momento de felicidade, para os cães e gatos principalmente, o efeito é contrário. O barulho de rojões, fogos de artifício e som alto além de perturbar os bichinhos, podem fazer com que eles fujam de casa.

Os cães têm a audição muito sensível e por isso o forte barulho causa pânico na maioria deles. “Alguns cães têm muito medo do barulho, ficam desesperados, tem tremores. Existem casos de fuga. Tem até mesmo cães que acabam tendo convulsões, não é comum, mas ocorre”, conta a veterinária Caroline Vasconcelos.

Os gatos também se assustam e como fogem com facilidade, acabam se perdendo.

Algodão no ouvido também ajuda a diminuir o impacto do barulho dos rojões (Foto: Marcos Ermínio)Algodão no ouvido também ajuda a diminuir o impacto do barulho dos rojões (Foto: Marcos Ermínio)

Recomendações - O indicado é que os donos mudem o foco dos fogos. “Pode ligar a TV ou colocar uma música com um volume que possa ofuscar os fogos, mas que não machuque a audição dos cães”.

Há pessoas que preferem dar calmantes para cães e gatos. Nesses casos, a médica informa que os produtos devem ser receitados por um veterinário e nunca pode ser dado sem prescrição porque cada cão tem sua particularidade.

“Os medicamentos mais indicados e que são mais seguros são os florais e homeopáticos para acalmar, pois não causam efeitos colaterais. Os mais devidos são aqueles da linha veterinária, específicos para cães e gatos nunca para os humanos”, detalha Caroline.

Quem optar por dar calmantes é necessário que inicie o tratamento com uma semana de antecedência.

O médico veterinário Bruno de Sá Silva dá dicas para que os donos consigam amenizar os efeitos desses barulhos nos animais. “Coloque algodão nos ouvidos e em seguida coloque as orelhas na nuca e com uma faixa, enfaixe as orelhas com o algodão dentro. Vai tapar parcialmente a audição e vai ajudar bastante”, explicou.

Para os bichinhos que ficam dentro de casa o médico veterinário dá dica de deixar dentro do banheiro por exemplo, “se tiver um banheiro ou um lugar mais reservado que possa deixar o animal é melhor até porque ele não irá se machucar. A maioria se machuca onde há grades, portas de vidro”, afirmou.

Na internet, é possível encontrar uma manobra que é feita com uma faixa amarrada ao corpo do animal. Funciona para alguns pets, deixando-os mais calmos.

O veterinário Francisco Gonçalves de Carvalho mostra, no vídeo abaixo, como enfaixar o corpinho do seu cão: 



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.