A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Agosto de 2018

15/07/2018 07:50

Após lutar 4 anos pela Medicina, Monique se achou no mundo das noivas

Thailla Torres
Acessório como este, é um sonho realizado para a empresária. Acessório como este, é um sonho realizado para a empresária.

A empresária Monique Bortolini, de 30 anos, provou que não há hora para mudar vida. Como de praxe, após terminar o Ensino Médio, ela passou quatro anos debruçada nos livros pelo sonho de cursar Medicina, quando finalmente entrou em uma universidade, não faltou coragem para largar tudo em busca de uma nova conquista profissional.

A história de Monique é inspiração para quem está em busca de mudanças. Sua decisão foi definitiva para uma descoberta de talento para a arte. "Eu desisti da Medicina por dois motivos, pelo financeiro e porque eu não me identifiquei. Na verdade, a falta de maturidade me fez confundir a vontade que eu tenho de ajudar o próximo e querer o bem dos outros, com o desejo de ser médica".

Apesar da decisão radical, o que para muita gente é um risco, para ela foi natural. "Eu não fiquei muito preocupada porque acredito que a gente tem que fazer aquilo que gosta".

Coroa de flores, uma delicadeza à parte no figurino. (Foto: Alexis Prappas)Coroa de flores, uma delicadeza à parte no figurino. (Foto: Alexis Prappas)

Há cerca de um ano, ela vem se dedicando, exclusivamente, aos acessórios de noivas. Sozinha, produz enfeites de cabelo e detalhes que podem dar aquele toque final no vestido. Tudo faz parte do novo trabalho que exige delicadeza e leva dias para ficar pronto.

"Vi na prática que minha área era de criação. Na época em que larguei a universidade, começava o sucesso dos blogs de casamento, com inspirações dentro e fora do Brasil. Foi nesse período que as pessoas começaram a postar sobre casamentos durante o dia e foi onde eu senti a diferença e a falta de produtos para noivas nesse período".

Monique tornou-se designer de moda e investiu pesado na produção de vestidos, no estilo boho, mas não se adaptou ao mercado das medidas. "Estou há três anos trabalhando com noivas, mas somente com acessórios comecei no ano passado".

Ao perceber que nem toda noiva escolhe acessórios convencionais, especialmente, peças que vão no cabelo, Monique se dedicou aos detalhes. "Decidi trabalhar com peças mais leves, com estilo boho, que lembram uma camponesa. É um acessório que dá para usar na igreja ou em cerimônias ao ar livre".

Os acessórios são delicados, com uso de pérolas e Swarovski, os cristais mais conhecidos no mundo da moda. Tudo é feito manualmente. As flores são de porcelana fria feita à mão e os fios cobre são banhados. Os cristais comprados diretamente na marca e um processo que pode levar até três dias para ser finalizado. "A ideia é dar perfeição à cada peça".

De tão delicada, tem gente que usa uma tiara até no pescoço como se fosse um colar e a peça, original, feita sob medida para a cliente, se torna uma joia e um objeto que vai marcar para sempre a vida da noiva. "Faz muita diferença, um acessório é como uma cereja do bolo, ele e capaz de fechar todo o contexto da noiva. E não importa se a noiva escolhe um vestido modesto ou luxuoso, a peça vai sempre ser fazer a diferença".

Monique chega na casa cliente de malinha, com acessórios prontos para que a noiva se inspire e consiga escolher exatamente o que deseja. O valor cobrado por ela também sai na frente, comparado a valores de aluguéis por aí. "Os preços variam bastante, tenho peças de R$ 250,00 até de R$ 960,00, por exemplo".



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.