A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

06/10/2017 13:48

Celular e boneca lideram preferência de presentes da criançada

Osvaldo Júnior
Crianças começam a ser presenteadas na Capital (Foto: André Bittar)Crianças começam a ser presenteadas na Capital (Foto: André Bittar)

O celular lidera a preferência da criançada de Campo Grande. Este foi o produto mais citada pelos pequenos entrevistados em pesquisa inédita realizada pelo IPF/MS (Instituto de Pesquisa Fecomércio de Mato Grosso do Sul) em parceria com o Sebrae/MS (Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul).

Foram ouvidas 737 crianças de três a 14 anos durante os dias 14 e 25 de setembro, com a devida autorização de pais ou outros responsáveis. Parte das perguntas foi realizada com crianças de famílias de menor faixa de renda e, outra, com aquelas de maior poder aquisitivo.

“A iniciativa pretende conciliar gostos e preferências das crianças com as propensões de gastos por parte dos pais e, ainda, orientar empresários a fim de que possam adotar estratégias de vendas mais aderentes à realidade de mercado”, explica a economista do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS (IPF), Daniela Dias.

Com 14,9% das citações, o celular aparece na lista do ranking da preferência de presente para o dia 12 de outubro. Na equência, estão boneca (13,84%), bicicleta (7,73%), patins (7,73%), tablet (5,43%), carrinho (5,02%), boneco (4,21%), boneco (4,21%), videogame (4,07%), tênis de rodinha (3,53%), overboard (2,85%), notebook (2,04%), guloseimas (1,63%), instrumentos musicais (1,63%), arma de brinquedo (1,49%), casa de boneca (1,09%), skate (1,09%) e outros (21,71%),

Os pesquisadores também detalharam as preferências por faixa etária. Os resultados foram os seguintes: de três a oito anos, a liderança é de boneca; de nove a 12 anos, celular; 13 e 14 anos, instrumento musical.

“É importante que os empresários tentem a conciliação proposta entre pais e filhos, promoções, diante de um gasto médio levemente superior a R$ 100,00, e, ainda, apresentação de vitrines temáticas, de vendedores atentos a essas informações, de fornecimento de brindes e o mais importante: criatividade para chamar a atenção das crianças”, sugere o presidente do Sistema Fecomércio MS, Edison Araújo.

De acordo com a pesquisa de intenção de compras e comemoração para o Dia das Crianças, feita pelo IPF/MS e Sebrae/MS, em Campo Grande, 55% dos pais pretendem comprar brinquedos e a meta de gasto é de R$ 102,22.

Com isso o comércio poderá receber um aporte de R$ 29,51 milhões, sendo R$ 22,88 milhões (77,53%) destinados presentes e R$ 6,63 milhões (22,47%) para comemorações (passeios e idas ao cinema).



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.