ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 11º

Consumo

Fran largou emprego para viver da casinha de boneca e realizar sonho

Há 1 ano, ela largou o emprego e virou artesã do dia pra noite; mesmo não sendo mãe, monta casinhas para outras "filhas"

Por Raul Delvizio | 16/02/2021 08:14
Francielly é artesã que fabrica casinhas de bonecas e também volta a ser "menina" (Foto: Arquivo Pessoal)
Francielly é artesã que fabrica casinhas de bonecas e também volta a ser "menina" (Foto: Arquivo Pessoal)

Na sua infância, Francielly Rojas de Freitas Rios, 31 anos, nunca teve uma casa de boneca para chamar de sua. Entretanto, há 1 ano que esse "desejo" de criança vem sendo realizado. Bacharel em secretariado executivo bilíngue, trocou o estresse e a carreira em órgãos públicos na Capital para – do dia pra noite – virar artesã de minúcias, coisa que sempre levou jeito. Em sua fábrica de casinhas, não somente monta lares cheios de vida, mas vende sonhos para tantas meninas como um dia também foi.

Dupla de casas feitas por Fran (Foto: Arquivo Pessoal)
Dupla de casas feitas por Fran (Foto: Arquivo Pessoal)
O que ela nunca teve quando pequena, agora adulta faz aos montes (Foto: Arquivo Pessoal)
O que ela nunca teve quando pequena, agora adulta faz aos montes (Foto: Arquivo Pessoal)

"O processo de fabricação só me traz boas energias. Confesso que entre um trabalho e outro também volto a ser criança, faço os 'testes' eu mesma brincando nas casinhas. Aproveito para tirar fotos e mostrar tudo que montei", admite Fran.

E são muitos os detalhes. Fora a cor escolhida, cada casa também leva o nome da criança, acompanhando móveis personalizados, todos pintados à mão e enfeitados com glitter – "afinal, quem é que não gosta de um brilho a mais, não é mesmo?", considera. Nas paredes, papel contact e arte stencil em cada cômodo, além de enfeites em miçanga, almofadinhas e tapetes, sem esquecer de um cachorrinho e até um bebê junto. Lâmpadas de LED também iluminam o produto, deixando a brincadeira mais versátil.

Me apaixono toda vez que vejo a casa acabada. Cada casinha é única, e não tem um cômodo que eu não goste de fazer".

Cada casinha é personalizada com o nome da cliente (Foto: Arquivo Pessoal)
Cada casinha é personalizada com o nome da cliente (Foto: Arquivo Pessoal)
Detalhes da sala de estar (Foto: Arquivo Pessoal)
Detalhes da sala de estar (Foto: Arquivo Pessoal)
Aqui, cozinha e sala de jantar (Foto: Arquivo Pessoal)
Aqui, cozinha e sala de jantar (Foto: Arquivo Pessoal)
Lâmpadas de LED iluminam os cômodos até para uma sessão de brincadeira no escuro (Foto: Arquivo Pessoal)
Lâmpadas de LED iluminam os cômodos até para uma sessão de brincadeira no escuro (Foto: Arquivo Pessoal)

Atualmente, são 3 modelos de casinhas em MDF envelopadas (P, M e G), ideais para bonecas de menor tamanho como Polly Pocket e Lol. Nas casas maiores, até parquinho com área externa vem junto. Em comemoração ao 1º ano do seu negócio, Fran receberá ainda outros 2 novos formatos especiais de casas, ainda no mês de fevereiro. "Uma vez personalizadas, são mais que presentes/brinquedos, se tornam um registro afetivo na memória de muitas filhas e nos corações das mamães", afirma.

Desde pequena, Fran sempre revelou um talento para as artes manuais. Com o incentivo dos pais, trabalhava caixinhas, fazia desenhos, pintava de tudo que era cor. Inclusive, materiais de artesanato nunca lhe faltaram. "Me trazia uma paz interior", julga. Quando se formou, porém, rotina corrida no Ministério Público, Câmara Municipal e outras entidades fizeram com que mais acumulava estresse do que prazer.

Fran em seu ateliê, dentor de casa; desde pequena, ela sempre levou jeito para coisas manuais (Foto: Arquivo Pessoal)
Fran em seu ateliê, dentor de casa; desde pequena, ela sempre levou jeito para coisas manuais (Foto: Arquivo Pessoal)

"Percebi que o que fazia não me deixava feliz, muito pelo contrário, faltava algo que eu ainda não sabia muito bem o que era. Em um dia de bobeira, encontrei um anúncio na internet de casinhas de bonecas pré-moldadas para você mesmo personalizar. Comprei uma para me distrair e me dediquei a concluí-la inteirinha. Quando finalizei, veio uma pontinha de curiosidade: 'será que eu venderia?'. Anunciei na OLX e bingo. Comecei a fazer esse hobby em paralelo ao meu trabalho fixo, primeiro como renda extra, mas obsevava que realmente estava dando certo. Meses depois larguei o emprego – o que deu um medinho, já que era bem no meio da pandemia – e hoje vivo disso", relembra.

Versão de maletinha (Foto: Arquivo Pessoal)
Versão de maletinha (Foto: Arquivo Pessoal)
Detalhe do quarto (Foto: Arquivo Pessoal)
Detalhe do quarto (Foto: Arquivo Pessoal)
Certos kits vem com cachorro e até um bebezinho (Foto: Arquivo Pessoal)
Certos kits vem com cachorro e até um bebezinho (Foto: Arquivo Pessoal)
Tudo é feito em minúcias (Foto: Arquivo Pessoal)
Tudo é feito em minúcias (Foto: Arquivo Pessoal)
Até o sofá leva almofadas miniaturas (Foto: Arquivo Pessoal)
Até o sofá leva almofadas miniaturas (Foto: Arquivo Pessoal)

Agora, Fran se dedica exclusivamente à manufatura e comércio das casas de brincar, sua Fábrica de Sonhos. "Quis colocar 'sonho' no nome porque acho que toda menina tem essa vontade de ter uma para si, como eu também um dia quis mas nunca tive. Muitas mamães também revelam o mesmo. Inclusive, tem aquelas que compram a casinha de presente para a filha e, posteriormente, adquirem mais uma para elas mesmas. Assim, todo mundo pode brincar junto, como se fossem 'vizinhas'. Isso demonstra afeto", opina.

Mesmo com um negócio a gerir pela frente em meio ao cenário incerto da covid-19, até que a pandemia não atrapalhou tanto assim. "As crianças estavam ociosas em casa, muitas brincando no videogame e celular. As casinhas trazem o lúdico de volta, uma qualidade na brincadeira e até tempo em família. É brincando que as crianças aprendem, ensinando uma vida de adulto. E é muito gratificante presenciar isso".

Cliente de Fran, Lisbela curte sua casinha de bonecas (Foto: Arquivo Pessoal)
Cliente de Fran, Lisbela curte sua casinha de bonecas (Foto: Arquivo Pessoal)

As casinhas de bonecas saem de R$ 150,00 (tamanho P) até R$ 350,00 (tamanho G), sendo que os modelos maiores (M e G) vem com mais móveis trabalhados e parquinho incluso. Com o adicional de R$ 15,00, Fran adiciona a iluminação de LED nos cômodos. Encomendas podem ser solicitadas pelo seu perfil no Instagram ou então pelo telefone (67) 99213-8966. O prazo para entrega do pedido é de pelo menos 1 semana.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário