A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

07/07/2019 08:23

Com R$ 8 dá para divertir a criançada nessas férias com esculturas de balões

O palhaço Tomate veio de Buenos Aires e mostrou que com um balão dá para fazer vários objetos

Alana Portela
Palhaço Tomate entre os balões que brincando com a moto de balão  (Foto: Henrique Kawaminami)Palhaço Tomate entre os balões que "brincando" com a moto de balão (Foto: Henrique Kawaminami)

Com R$ 8,00 dá para divertir à beça com a criançada fazendo esculturas de balões durante as férias escolares. São técnicas simples e rápidas, porém precisa daquele “toque” suave para criar objetos e entreter a gurizada sem sair de casa. O Lado B preparou um vídeo para te dar uma ajudinha.

O palhaço Victor Norberto Avalos, conhecido como Tomate, mostra que é possível moldar as bexigas em formatos de maça, pássaro, elefante, cisne e até moto. “Transformo em objetos diferentes, dá para colocar água no balão gigante. Muitas coisas podem ser feitas com balões, pois são flexíveis. Crianças e adultos amam isso, os balões são mágicos”, afirma Tomate.

São várias as esculturas e mexem com a criatividade das crianças. A ideia da brincadeira é comprar um pacote de bexiga normal ou canudo, que pode ser encontrado em lojas de festas a partir de R$ 8,00. Chame a criançada e entre na brincadeira. Por ser uma proposta de lazer, não é necessário bombinha para inflar os balões.

É preciso atenção e cuidado para não estourar a bexiga. A primeira técnica é universal, basta assoprar e encher um pouco mais da metade, isso irá facilitar na hora de estruturar o balão. Depois, decida qual objeto, animal ou alimento deseja reproduzir e vá torcendo o balão em partes pequenas, de acordo com a figura. Com um só balão é possível fazer várias imagens.

Tomate conta que os balões encantam crianças e adultos (Foto: Henrique Kawaminami)Tomate conta que os balões encantam crianças e adultos (Foto: Henrique Kawaminami)

A figura mais simples ensinada por Tomate é o pássaro, feito com balão canudo. Para moldar é fácil, encha com ar e dobre ao meio, em seguida dê uma torcidinha nas laterais. Dessa forma, a bexiga cria formato de ave e para dar “vida” à figura é só mexer na dobra que as “asas” batem. A mesma estrutura pode virar um chifre de boi se colocado na cabeça de forma invertida.

O balão vira também um espelho. Estenda a bexiga e leve uma das pontas até ao meio, torcendo no formato de pirulito. Chegou no ponto, enrole uma cinco vezes a pontinha para o mesmo lado, que está pronto o seu espelho. A escultura também pode ser usada como raquete na brincadeira.

Em outra ocasião essa raquete se transforma em elefante, quando a parte redonda é torcida ao meio e o “cabo” é entortado levemente para baixo. A mesma moldura vira um cisne se pegar um lado do “olho” do elefante e colocar por dentro do outro.

Dá para fazer uma escultura para brincar de elefante (Foto: Henrique Kawaminami)Dá para fazer uma escultura para brincar de elefante (Foto: Henrique Kawaminami)

Com outro balão canudo é possível fazer uma moto. Para isso, infle a bexiga e torça a primeira parte em oito centímetros. Depois deixe um espaço de 16 centímetros e torça novamente, isso será uma das rodas da sua “Harley Davidson”. Os próximos passos exigem mais atenção e cuidado, pois é o momento de fazer um cilindro de três centímetros e três bolinhas de um centímetro cada. Após isso, junte essas pontas que acabou de moldar e torça, fazendo um circulo.

Com o restante da bexiga faça a roda traseira da moto usando o mesmo passo. Então enrole a primeira parte em cilindro de oito centímetros e o que sobrou, use para fazer um círculo em volta do cilindro que acabou de fazer. Para finalizar, endireite a moldura e está pronto para ser “pilotada”.

Com um balão (comum) vermelho de 12 polegadas e um balão canudo verde dá para fazer uma maça. Encha a bexiga com ar até a metade e amarre a ponta. Na parte de cima, ao meio da estrutura, coloque a bexiga verde e usa a ponta que amarrou a boca do balão para prendê-la. Feito isso, dê uma achatada moldura e está pronto a sua maça.

Até uma luva látex pode ser usado na brincadeira. É só assoprar e segurar os dois dedos do meio e a parte de colocar as mãos. Depois estique a escultura e está pronto seu tubarão improvisado.

O palhaço trabalha na área há 27 anos (Foto: Henrique Kawaminami)O palhaço trabalha na área há 27 anos (Foto: Henrique Kawaminami)
Tomate está preparando uma escultura de polvo com 3,500 balões (Foto: Henrique Kawaminami)Tomate está preparando uma escultura de polvo com 3,500 balões (Foto: Henrique Kawaminami)

Palhaço - Tomate é de Buenos Aires e está em Campo Grande para participar da VII Mostra de Palhaços do Pantanal que vem ocorrendo nesta semana. Ele ministrou um curso de escultura com balões e fez um polvo usando 3,500 bexigas. “O polvo foi para o cortejo da exposição. Já fiz dragão chinês com cinco mil balões da cor amarelo e azul em outra ocasião", disse.

Tomate atua na área há 27 anos e viajoua Europa entre 2007 e 2008 mostrando que dá para criar muitas coisas com as bexigas. Ele explica o motivo de ter escolhido a palhaçaria e os balões. “Pensei em diferenciar, pois ninguém queria. O balão, a bexiga e a palhaçaria estão ligadas”, afirma.

Além da diversão, ele também chama atenção dos pais e responsáveis para terem cuidados com crianças pequenas. “Os menores de dois anos levam tudo para a boca e podem se asfixiar. Tem que tomar cuidado”.

 

Rakeli Pereira tem dez anos e participou do curso de escultura(Foto: Henrique Kawaminami)Rakeli Pereira tem dez anos e participou do curso de escultura(Foto: Henrique Kawaminami)
Jéssica é psicóloga e foi aprender a mexer com as bexigas (Foto: Henrique Kawaminami)Jéssica é psicóloga e foi aprender a mexer com as bexigas (Foto: Henrique Kawaminami)

Alunas - A psicóloga, Jéssica Espinoza, participou da oficina de escultura de balões na quarta-feira (3), com Tomate e comenta que sempre quis aprender a trabalhar com as bexigas. "É interessante tanto para as crianças quanto para os adultos. Já fiz algumas decorações em festas infantis da família, arrisco a mexer com isso, olho no Youtube. Entretanto, aprendi mesmo agora no curso. É época de férias", lembra. 

Rakeli Pereira tem dez anos, está no terceiro ano do ensino fundamental. Aproveitou as férias na escola para aprender algo diferente e nada melhor do que os balões para ajudar a trabalhar sua mente. "Gosto porque mexe com a criatividade, imaginação e sempre quis aprender. Tenho quatro irmãos mais novos, dois meninos e duas meninas, quero aprender para ensiná-los quando estiverem maiores", disse. 

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram

Nessas férias o palhaço Tomate mostra como se divertir sem sair de casa (Foto: Henrique Kawaminami)Nessas férias o palhaço Tomate mostra como se divertir sem sair de casa (Foto: Henrique Kawaminami)
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.