ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, SÁBADO  04    CAMPO GRANDE 17º

Diversão

Coronavírus isola aniversariante, que sopra velinha com chamada de vídeo

Lívia comemorou os 4 anos de vida em casa, com os pais e fez avós participarem da data também através do celular

Por Alana Portela | 25/03/2020 07:15
O aniversário de 4 anos de Lívia teve parabéns por vídeo chamada. (Foto: Arquivo pessoal)
O aniversário de 4 anos de Lívia teve parabéns por vídeo chamada. (Foto: Arquivo pessoal)

A epidemia do Coronavírus em Campo Grande isolou moradores, entre eles Lívia Farias Rodrigues. Ela completa 4 anos hoje, mas comemorou o aniversário no último domingo, com direito a bolo e chamada de vídeo para a família toda participar do momento. O dia foi marcado por alegria e tristeza, já que os planos eram outros.

“Ela tinha pedido para fazer no Barzito, onde foi o aniversário da vovó e da Talita, para chamar todas as amigas, brincar e cantar parabéns. Íamos comemorar no domingo mesmo. Mas mudamos para uma comemoração em casa, com os tios, avós e padrinhos. Porém, com o passar da semana, decidimos cancelar tudo”, conta Thaís de Andrade Farias Rodrigues.

Ela é bióloga, mãe da Lívia e também da Talita. A celebração teve de ser com as irmãs, mamãe e papai. “Como já tinha comprado os doces e o balão, e por ela adorar festa, decidi montar uma mesa com um bolo bonito, fiz o topper, enrolei docinho e personalizei alguns”, diz Thaís.

Lívia toda sorridente ao lado do bolo de aniversário. (Foto: Arquivo pessoal)
Lívia toda sorridente ao lado do bolo de aniversário. (Foto: Arquivo pessoal)

Lívia estava feliz e triste ao mesmo tempo, por não poder contar com a presença da família e nem da amiguinha, Gabi. A saudade apertou o peito várias vezes, teve choro, mas no fim a pequena entendeu que o isolamento é para contribuir com a saúde de todos.

Para animar a festa, os pais fizeram uma chamada por vídeo para os tios, avós e padrinhos. A ligação ocorreu momentos antes do “Parabéns”, para todos cantarem juntos a canção mais esperada pela aniversariante. “Uma festa que achei que seria triste, que ela ficaria chateada, acabou sendo cheia de amor, carinho e emoção”, relata a mãe.

Logo a felicidade tomou conta do coração de Lívia e não deixou o sorriso sair do rosto. Aproveitou a “reunião” para conversar com a família, mostrou a mesa da festa e mandou beijo para cada um dos convidados virtuais. “Depois que todos desligaram, ela pediu que façamos outra festa, quando o Coronavírus passar. Uma festinha aqui em casa mesmo, mas para chamar todo mundo, principalmente a Gabi”.

Além de Lívia, outras crianças e até adultos não precisam deixar o aniversário passar em branco. Apesar da quarentena, ainda tem locais funcionando e realizando entregas de bolos e itens de festa, como o Ateliê Pandinha que criou o “Kit festinha em casa delivery”.

“Vai tudo esterilizado em saquinhos separados. Não coloco os alimentos em contato com as peças de papelaria”, diz Karen Paroni Ratier, proprietária da empresa. “Tudo lúdico e desenvolvido por minha mãe, que é Arte Educadora especializada em Educação Infantil e Ludicidade”, completa.

Lívia abraçada na irmã Talita, que também celebrou a data. (Foto: Arquivo pessoal)
Lívia abraçada na irmã Talita, que também celebrou a data. (Foto: Arquivo pessoal)

Para Karen, no atual cenário, o prudente, de fato, é o isolamento social. “Mesmo que não estejamos no grupo de risco, precisamos ter consciência e resguardar àqueles que amamos, ao nosso vizinho, ao trabalhador que não pode deixar de cumprir suas funções fora de casa”, destaca.

Contudo, o mundo permanece girando e os profissionais autônomos tem um grande desafio: sobreviver à crise. “O isolamento social faz com que o consumo diminua e quem não tem um salário fixo comece a passar dificuldades financeiras. Esse é o caso da minha família e de boa parte dos autônomos que trabalham com festas e eventos”.

Itens de festinha que pode ser encomendado. (Foto: Arquivo pessoal)
Itens de festinha que pode ser encomendado. (Foto: Arquivo pessoal)

Então, como uma forma de fomentar a comemoração dos momentos especiais com a família, surgiu o “Kit festinha em casa delivery”. O cliente solicita e recebe em casa bolo, salgadinhos e alguns itens de decoração para animar a festa. “Criamos caixas de diversão em casa, com diversas atividades para as crianças fazerem”, diz.

Nas produções, ela usa máscaras, luvas, jalecos e limpa tudo com álcool 70 antes de fazer a entrega. Mas, é preciso ter cuidado ao manipular os materiais para garantir a segurança de todos. O contato com o ateliê pode ser feito pelo telefone:  9951-2807 ou no Instagram.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Outra opção de bolo feita pelo Ateliê Pandinha. (Foto: Arquivo pessoal)
Outra opção de bolo feita pelo Ateliê Pandinha. (Foto: Arquivo pessoal)