ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  29    CAMPO GRANDE 22º

Diversão

Encontramos Dona Yolanda! E ela até achou divertido virar meme no vento

Era um dia normal: ela comprou marmita, foi até loja de roupa e, no Camelódromo, virou celebridade

Por Jéssica Fernandes | 18/10/2021 15:20
Yolanda conta com bom humor tudo que aconteceu na semana passada. (Foto: Marcos Maluf)
Yolanda conta com bom humor tudo que aconteceu na semana passada. (Foto: Marcos Maluf)

Yolanda Selesque, 84 anos, é a celebridade do momento em Campo Grande. O vídeo onde ela aparece carregada pela força do vento, durante a tempestade registrada na última sexta-feira (15), viralizou na internet, rendeu memes e se tornou até figurinha do WhatsApp.

Após o Campo Grande News pedir ajuda para descobrir quem era a protagonista do vídeo, familiares da Yolanda entraram em contato e ajudaram a gente a encontrar a aposentada.

Com muito bom humor e simpatia, Yolanda recebeu o Lado B e revelou que nunca tinha vivenciado situação parecida na cidade. Apesar de alguns não terem gostado da proporção cômica que o vídeo ganhou, ela até achou tudo divertido.

Aposentada relembra momento que foi segurada pela cintura. (Foto: Marcos Maluf)
Aposentada relembra momento que foi segurada pela cintura. (Foto: Marcos Maluf)

Ao lembrar da sexta-feira, Yolanda comenta que passeava no Centro, quando foi surpreendida pelo vendaval. “Eu peguei meu marmitex na Dom Aquino, fui na loja de roupa na Afonso Pena e depois passei no Camelódromo para buscar meu radinho. Quando saí, vi o vento, pensei que ia ficar mais forte e assim que virei de costas, fui carregada”, conta.

Religiosa, ela afirma com convicção que sobreviveu graças à proteção divina. “Eu falo que não chegou o meu dia. Essa foi a segunda vez que quase morro”, diz. Neste momento, a aposentada fala sobre um acidente que presenciou no Rio de Janeiro. “Passamos por um caminhão parado que estava entregando melão e íamos voltar, quando ouvimos um barulho. Depois vimos que outro caminhão veio, colidiu com esse e houve uma explosão”, fala.

Ao retomar a narrativa do episódio da semana passada, Yolanda expõe que o vento carregou ela, as sacolas e o carrinho que segurava. Sem entender o que acontecia no momento, a senhora relata que só sentia o menino a segurando pela cintura. “Ele é um rapaz alto, me pegou e me puxou pela cintura, porque eu estava igual papel indo pra lá e pra cá. Depois tiramos uma foto e eu agradeci ele”, diz.

Depois do susto, aposentada posou para foto ao lado do jovem que a ajudou. (Foto: Arquivo Pessoal)
Depois do susto, aposentada posou para foto ao lado do jovem que a ajudou. (Foto: Arquivo Pessoal)

A fama repentina a deixou admirada e no prédio onde ela mora, a maioria dos vizinhos vieram saber se estava tudo bem. Para todos, ela deu a mesma resposta despreocupada e confiante. “A minha vida é na mão de Deus, eu tô nessa idade e não tenho doença nenhuma. O que aconteceu é porque tinha que acontecer”, ressalta.

E quem é Yolanda? - Natural de Corumbá, Yolanda morou metade da vida no estado do Rio de Janeiro. Durante a entrevista, ela assegurou diversas vezes que, embora seja sul-mato-grossense de nascença, é carioca de coração.

Além de bem humorada, Yolanda é determinada e promete que mesmo com o susto, não vai deixar de fazer o que mais gosta na rotina, que é ir ao Centro para pegar o marmitex, comprar roupas nas lojas e visitar o Camelódromo para adquirir os cremes e perfumes que usa.

Orgulhosa, a senhora afirma que tem facilidade de fazer amizade e, por isso, não vê problemas se alguém a abordar nas ruas da cidade por causa do vídeo famoso. “Eu sou uma pessoa comunicativa, até agora, ninguém pediu pra tirar foto comigo, mas não tem problema não. Como falei, sou carioca de coração e nós temos esse costume de gostar de conversar”, conclui.

A senhora garante que não vê problema em ter ficado famosa. (Foto: Marcos Maluf)
A senhora garante que não vê problema em ter ficado famosa. (Foto: Marcos Maluf)

Curta o Lado B no  Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário