ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 31º

Diversão

Filme mostra essência das árvores que moldaram a identidade de MS

Por Thailla Torres | 27/11/2023 12:01
O filme faz uma verdadeira imersão pelas paisagens do estado sul-mato-grossense
O filme faz uma verdadeira imersão pelas paisagens do estado sul-mato-grossense

Na próxima quinta-feira, dia 30 de novembro, Mato Grosso do Sul recebe o documentário "Pé de Histórias: árvores que guardam nossas memórias". O filme, que faz uma verdadeira imersão pelas paisagens do estado sul-mato-grossense, tem como propósito explorar sete espécies emblemáticas de árvores e suas significativas contribuições para o desenvolvimento econômico, a cultura, a gastronomia e a identidade local.

Produzido pela equipe da Deslimites, o documentário é resultado de um ano de árduo trabalho, que envolveu extensa pesquisa, captação de imagens, edição e pós-produção. A jornada levou a equipe por diversas regiões de Mato Grosso do Sul, onde cada árvore tem uma história a contar.

Dirigido por Lu Bigatão Rios, com roteiro de Rosiney Bigattão e apresentação de Nereu Rios, o documentário mergulha na rica história das árvores como a peroba-rosa, a erva-mate, o quebracho, o pequi, a guavira, o pé de cedro e o jenipapo. Essas espécies não são apenas elementos da flora, mas guardiãs de memórias e emoções que permeiam a vida da população local.

Cada região visitada revela uma narrativa única. Em Dourados, a equipe se debruçou sobre a peroba-rosa, uma árvore nobre cujo destino foi tragicamente marcado pela construção de casas, pontes e móveis, levando à quase extinção. Já na fronteira Brasil-Paraguai, a erva-mate desponta como um elemento intrínseco ao cotidiano da maioria dos sul-mato-grossenses.

Na reserva Kadiwéu, a importância do jenipapo é celebrada pelas pinturas ancestrais da etnia. Em Coxim, o pé de cedro ganhou fama nacional por meio da música de Zacarias Mourão, enaltecendo sua presença na cultura local. A guavira é a estrela na região da Serra da Bodoquena, trazendo memórias saborosas para aqueles que já se deliciaram com seu fruto.

Em Rio Verde, o pequi brilha na culinária de vários estados brasileiros, enquanto em Porto Murtinho, a história pouco conhecida do quebracho vem à tona, revelando um capítulo crucial no desenvolvimento regional, embora à custa da extinção da espécie.

O lançamento oficial do documentário está agendado para as 19h30, na Estação Cultural Teatro do Mundo, e é fruto do investimento do Fundo de Investimentos Culturais/FIC, pela Fundação de Cultura de MS e Governo do Estado.

A produção musical é de Antônio Porto, com direção de fotografia de Deivison Pedrê, contando ainda com a colaboração de diversos outros profissionais que compuseram a equipe.

Estação Cultural Teatro do Mundo fica na Rua Barão de Melgaço, 177 - Centro.

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias