A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019

28/03/2019 13:36

Nem noite em claro garante ticket e amigas vão à Justiça para ver Sandy e Júnior

Danielle Valentim
Júnior Lima e Sandy. (Foto: Divulgação)Júnior Lima e Sandy. (Foto: Divulgação)

Amizades que se estendem da infância à vida adulta são raras, e a história de Larissa Bejas e Camila Resende com certeza dá um livro. Fãs de Sandy e Júnior desde crianças, as jovens de 28 anos sempre foram unidas, a ponto de cursaram Direito juntas. Com anúncio da turnê dos irmãos, as amigas fizeram até plantão para comprar os tickets, mas só uma ação na Justiça garantiu a aquisição.

É fato que o conhecimento obtido na formação universitária das amigas motivou a ação, afinal, nem todas as pessoas possuem o feeling de que seu direito está sendo desrespeitado.

Juntas ingressaram com uma ação de obrigação de não fazer e de fazer com pedido de tutela de urgência e pedido de indenização por dano moral. Na petição, as amigas pontuaram o sentimento de que estavam sendo lesadas.

Elas ficaram sabendo da turnê ainda no mês de janeiro. Como as canções dos irmãos embalaram muitos momentos da amizade, as amigas decidiram planejar a realização de um sonho de infância: ir a um show da dupla.

Prevendo a alta procura, as amigas decidiram comprar a "pista premium", na apresentação em São Paulo. Seriam quatro ingressos, para incluir o namorado e marido, respectivamente.

O problema é que nos dia 20 e 21 de março a venda foi limitada a fã que possuem cartões de bandeira ELO. “Na semana passada começamos tentar comprar, mas eles limitaram só para quem tinha a bandeira Elo”, conta Larissa.

Quando a venda abriu para o restante dos fãs, no dia 22 de março, mesmo fazendo plantão de madrugada, os ingressos para Recife, Salvador, Fortaleza, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte,São Paulo e Belém, já tinham se esgotado.

Mas a saga continuou. Devido ao sucesso de vendas, abriram dois novos shows nas datas de 2 de agosto no Rio de Janeiro/RJ e 25 de agosto em São Paulo.

Novamente, o site anunciou que a venda antecipada para clientes ELO começou nesta quarta-feira (27) e que a abertura para demais fãs acontece amanhã dia 29 de março.

Por aplicativo de mensagens, as amiga entraram em contato com a empresa e questionaram o fato de limitar venda para parte do público e descumprimento de normas consumeristas, de acordo prevista pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) e da Política Nacional de Relações de Consumo, prevista no Capítulo II do Código de Defesa do Consumidor. Mesmo assim, a empresa confirmou a forma de venda.

“Ficamos sabendo que abriria a venda novamente, mas só para a bandeira elo. Entramos em contato, mas eles disseram que venderiam mesmo assim. Para obrigá-los a nos vender, o juiz deu tutela antecipada”, disse.

O juiz Plácido de Souza Neto aceitou o pedido das advogadas por entender a conduta ilícita da empresa que comercializa os ingressos. “Após analisar detidamente estes autos, convenço-me de que a liminar deve ser deferida(sic)”, decidiu.

A tutela antecipada determina que a empresa venda os ingressos “pista premium” da apresentação da dupla Sandy e Júnior que ocorrerá no dia 25 de agosto, no Allianz Parque, em São Paulo.

Ainda na decisão, o magistrado pontua que não poderá haver cobrança de qualquer taxa adicional e independente da forma de pagamento utilizado pelas autoras, o cumprimento da decisão deverá ocorrer no prazo de 15 dias, sob pena de multa diária de R$ 500.

Neto também designou uma audiência de conciliação, mas Larissa acredita que a empresa atenda a decisão antes do encontro.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.