A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 17 de Agosto de 2019

12/03/2017 08:44

Até parece contorcionismo, mas acroyoga é o desafio que deixa o corpo sarado

Thailla Torres
Na Morada dos Baís, fotografia ficou incrível mostrando as posturas do yoga com acrobacias.(Foto: Everson Tavares)Na Morada dos Baís, fotografia ficou incrível mostrando as posturas do yoga com acrobacias.(Foto: Everson Tavares)

Barbara Taev tem 34 anos e corpaço de dar inveja. Apesar de estar acostumada com atividades físicas, o corpo mudou quando ela passou a superar desafios a partir do acroyoga, uma técnica potente para o corpo, que usa posturas do yoga tradicional, misturadas com acrobacias. Na redes sociais, ela inspira, fazendo movimentos que parecem impossíveis de serem copiados, mas deixam qualquer um com vontade de tentar.

"Tudo começou no ano passado. Agora estou fazendo um curso de formação de yoga tradicional e o acroyoga eu começei por mim. É como se juntasse a ginástica artística ou circense com todas as posturas do yoga", descreve Barbara.

Movimentos parecem impossíveis para simples mortais. (Foto: Arquivo Pessoal)Movimentos parecem impossíveis para simples mortais. (Foto: Arquivo Pessoal)

A prática, feita em duplas ou coletivamente, usa movimentos que torneam o corpo e trabalham o equilíbrio. Quando Barbara viu as mudanças que o yoga trouxe, passou a ver a técnica como uma alternativa para vencer os medos e desafios.

"Sou muito aventureira e gosto de coisas diferentes, descobri muita coisa na internet também e comecei a tentar. Fui chamando amigas, o namorado e a filha para tentarem comigo. Comecei pesquisando e depois praticando toda semana", conta.

Hoje, Barbara pratica o acroyoga pelo menos quatro vezes na semana. "No começo, parece difícil, mas tudo vai depender do nível de preparo físico de cada um. Mas primeiro é necessário determinação e avaliar a firmeza no corpo", explica.

Em cada movimento, sempre há uma pessoa de base para sustentação, mas para evitar acidentes, Barbara explica sobre uma terceira pessoa. "Quando você faz em dupla, é necessário ter uma pessoa chamada de anjo que fica ao lado olhando, para não haver o risco de cair".

Acroyoga com o namorado. (Foto: Arquivo Pessoal)Acroyoga com o namorado. (Foto: Arquivo Pessoal)

Para quem sente medo, a prática ajuda principalmente na concentração e confiança. "As vezes a pessoa sente medo por não ter confiança na própria força. Mas o exercício mostra também a importância do equilíbrio e concentração".

Na parte estética, Barbara sentiu as diferenças após 2 meses da prática. "Mudou muita coisa, quando você começa, busca ficar com um preparo físico melhor, ele vai desenhando o corpo, melhora a flexibilidade e melhora toda tonificação do corpo", diz. 

Além de um corpo sarado, impossível é não sair satisfeita depois do sucesso em cada postura. "Você fica com vontade de fazer uma flexões até na hora do almoço. É simplesmente um prazer pela atividade. Sem contar que as posturas são lindas e trabalham muito com a sua autoestima, a gente se sente mais feminina". 

A prática não tem hora e nem lugar, além de chamar atenção, acaba rendendo fotografias incríveis como se as pessoas estivessem inteiramente ligadas com a natureza. "Quando eu faço chego a ficar três horas praticando e você pode fazer onde quiser. Próximo a natureza é ainda mais prazeroso".

Curta o Lado B no Facebook.

E as fotos ficam incríveis. (Foto: Arquivo Pessoal)E as fotos ficam incríveis. (Foto: Arquivo Pessoal)
Mas exige força de quem fica por baixo. (Foto: Everson Tavares)Mas exige força de quem fica por baixo. (Foto: Everson Tavares)
E a modalidade além de benefícios para o corpo, enche de alegria. (Foto: Arquivo Pessoal)E a modalidade além de benefícios para o corpo, enche de alegria. (Foto: Arquivo Pessoal)
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.