A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019

22/09/2018 09:14

Escola municipal aproveita sábado para mostrar às crianças o bom da alimentação

Ideia do projeto é incutir no pensamento a importância de unir alimento e atividade para uma vida melhor

Mayara Bueno e Danielle Valentim
Antes da caminhada, alongamento com as crianças para melhorar o preparo físico. (Foto: Kísie Ainoã).Antes da caminhada, alongamento com as crianças para melhorar o preparo físico. (Foto: Kísie Ainoã).

Que é preciso levar uma vida mais saudável, muitas pessoas já sabem, inclusive já aderiram à conhecida "vida fitness". Mas professores e diretores da Escola Municipal Professora Iracema Maria Vicente, no Rita Vieira, resolveram aproveitar a folga do fim de semana para reforçar os bons hábitos em crianças de 1 a 5 anos, falando sobre a importância de se alimentar melhor e também se movimentar.

Neste sábado (dia 22), estudantes da instituição fizeram até uma caminhada de 600 metros até a horta criada pela escola, com direito a alongamento antes. A parte prática é só uma etapa do projeto Minha Horta, Sua Horta, que incluiu, uma pequena plantação de hortaliças.

 

Horta feita em formato de mandala, construída pelas crianças. (Foto: Kísie Ainoã).Horta feita em formato de mandala, construída pelas crianças. (Foto: Kísie Ainoã).
Coordenadora de educação física explica projeto. (Foto: Kísie Ainoã).Coordenadora de educação física explica projeto. (Foto: Kísie Ainoã).

A iniciativa inclui professores da educação infantil e física. Desde o começo do ano, as crianças aprenderam como fazer uma horta e, em seguida, foram à campo para plantar as mudas de hortaliças como cenoura e alface, em uma horta estilo mandala - um círculo que contém no interior desenhos de formas geométricas -, dentro de pneus.

Segundo a coordenadora pedagógica Angelina Bobato, os alunos se alimentam na escola e o objetivo era ensinar a eles a importância de se adotar uma alimentação mais saudável desde pequeno, sem esquecer de colocar o corpo em movimento.

"A criança menor tem resistência em experimentar alimentos. Então o projeto é uma forma de preparar para que elas cresçam com bom hábito", afirma.

A caminhada começou na escola até a horta que já existe no bairro feita por um pai de aluna, 600 metros após a instituição de ensino. A coordenadora Faviana Gonzzalles explicou que toda parte teórica foi ensinada em aula, e, agora com a prática, é mostrar a união entre comida boa e a prática de atividade física.

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.