ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEGUNDA  25    CAMPO GRANDE 18º

Faz Bem!

“Não existe fórmula milagrosa”, diz homeopata Luiz Darcy sobre o vírus

Médico, Luiz Darcy Gonçalves Siqueira é especializado em Homeopatia e conversou com o Lado B sobre dúvidas frequentes de pacientes

Por Alana Portela e Lucas Mamédio | 03/04/2020 08:17

Para quem estava em busca de um medicamento contra o coronavírus, o médico Luiz Darcy Gonçalves Siqueira adianta que “não existe fórmula milagrosa”. Ele é médico homeopata e presidente da AMHB (Associação Médica Homeopática Brasileira) e em conversa com o Lado B, esclareceu algumas dúvidas frequentes que têm surgido dos pacientes.

Luiz Darcy é referência quando o assunto é homeopatia, além de ter uma fala mansa e um atendimento acolhedor. (Foto: Henrique Kawaminami)
Luiz Darcy é referência quando o assunto é homeopatia, além de ter uma fala mansa e um atendimento acolhedor. (Foto: Henrique Kawaminami)

De fala mansa e acolhedora, Luiz Darcy é referência quando se fala em homeopatia. Uma consulta com ele, além de esclarecedora, é como receber um abraço. Por telefone, o médico explicaque não existe um tratamento específico de homeopatia para tratar ou prevenir do coronavírus.

“O cuidado é voltado para o paciente como um todo, independente da doença que esteja apresentando. Agora, nessa situação, as pessoas chegam com quadros gripais, com ou sem diagnóstico do vírus, ou de Influenza H1N1, gripe comum ou todas as enfermidades que estão ocorrendo. O tratamos é do mesmo jeito, individualizando cada caso de doença em cada paciente”, explica.

A homeopatia não tem contraindicação, mas deve ser realizada por um médico especialista. “É indicado para qualquer faixa etária, em situações de gravidez, amamentação. Não há contraindicação, desde que bem orientada pelo profissional”.

Luiz Darcy comenta que todo tratamento homeopático em crianças diminui a possibilidade de adoecer. “Aumenta a resistência. Outras medidas que os pediatras recomendam são: melhorar a qualidade de alimentação, melhorar a qualidade do sono, ter atividade física e atividade ao ar livre. Todas essas questões são que efetivamente melhoram a imunidade”.

Nos adultos não é diferente. “O tratamento homeopático é sempre um estímulo para o organismo reagir e voltar ao seu estado de saúde”, afirma o médico. Desde que a pandemia chegou em Campo Grande, Luiz Darcy relata que a procura dos pacientes por informações aumentou.

“Cresceu a solicitação de informações, de como fazer, se tem medicações para evitar e sempre falamos que o melhor medicamento é o tratamento individual do paciente. No caso de epidemia, a gente busca os sintomas mais comuns”, diz.

Assim como os cuidados orientados pelo Ministério da Saúde, as recomendações para evitar o vírus são as mesmas na homeopatia. “Ampliar a higiene, melhorar a etiqueta respiratória ao tossir e espirrar. Os cuidados com a higienização dos objetos que toca como celular, computador, maçaneta. Lavar as mãos com água e sabão, e álcool 70. Isolamento social no sentido de evitar aglomerações, onde possam ter pessoas com sintomas de gripes e evitar que crianças ou quaisquer pessoas com sintomas visitem os idosos”.

O coronavírus é mais uma pandemia que afetou o mundo nos últimos tempos. Isso porque, desde que começou a atuar na área o médico comenta que a população já enfrentou a Influenza H1N1, quando ainda não existia vacina.

“Atuamos da mesma forma que estamos fazendo agora com os pacientes no coronavírus. O Ministério da Saúde, os cientistas estão batalhando por tratamento, mas tudo precisa de aprovação, protocolo e conselho de bioética” conclui.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.