A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019

25/10/2018 09:22

Mega Man 11 traz a cara e o desafio da série de volta para os consoles atuais

Edu Peixoto
Mega Man (ou Rockman como é conhecido no japão) surgiu em 1987, e o robozinho azul atravessou todas as gerações.Mega Man (ou Rockman como é conhecido no japão) surgiu em 1987, e o robozinho azul atravessou todas as gerações.

Poucas franquias tem uma longevidade de quase 30 anos. Mega Man (ou Rockman como é conhecido no japão) surgiu em 1987, e o robozinho azul atravessou todas as gerações de consoles. Assim chega no seu 11º jogo mostrando que tem vitalidade para ir longe ainda.

Logo de cara é fácil dizer que há muito pouco o que eu não gostei em Mega Man 11. A primeira impressão não foi das melhores. A franquia teve muitas aberturas interessantes ao longo dos anos. A do segundo título é clássica, por exemplo, mas aqui optaram por desenhos a mão, sem nenhuma animação e uma dublagem pra lá de questionável. A abertura foi ruim o suficiente para me deixar com o pé atrás sobre o que esperar do restante do jogo, mas felizmente esse receio passou assim que a aventura começou.

Gráfico 2.5D para ficar bom tem que ser muito caprichado nos detalhes ou fica com cara de produto mal acabado. Mega Man 11 é lindo. É muito colorido e as animações estão redondinhas. Todos os inimigos e cenários estão cheios de detalhes e sempre tem bastante coisa interessante para observar. É praticamente um desenho animado, no departamento visual o game está muito bem servido.

Chega no seu 11º jogo mostrando que tem vitalidade para ir longeChega no seu 11º jogo mostrando que tem vitalidade para ir longe

Uma das características clássicas de todo Mega Man é o fato de você poder escolher a fase que vai jogar, e vencendo o chefe da respectiva, o herói absorve a arma dele que em contrapartida vai te ajudar nos níveis seguintes. A ordem das fases importa e pode deixar o jogo bem mais fácil ou mais difícil. Para mim o jogo começou a fluir de verdade na fase do Blastman, após sofrer bastante com minhas escolhas. Assim, eu recomendo começar na seguinte ordem: Blastman, Fuseman e Blockman. Essa sequência vai te dar boas opções de armas e facilitar sua vida.

Quanto a jogabilidade, Mega Man 11 apresenta uma novidade para a franquia que é a mecânica de Gears. São duas opções, turbinar o blast para tiros super poderosos ou atrasar a passagem do tempo, na prática seria como uma super velocidade, já que tudo fica lento menos você. Eu acho a segunda opção muito mais útil do que a primeira. Especialmente nos chefes de fase, usando a super velocidade na hora correta abre uma janela ótima para dar mais dano. Essas habilidades são temporárias e demoram para recarregar, então use com moderação. Falando em chefes, alguns são bem apelões, e aí cabe a você aprender os padrões de movimentos e se preparar corretamente para os confrontos.

A lojinha de upgrades possui muitas opções para gastar seus suados créditos. Recomendo sempre que possível comprar vidas extras, energia tanto para as armas quanto para vitalidade e pelo menos um passarinho que te salva dos poços, caso contrário é cair e morrer. Mesma coisa com os espinhos, que matam de primeira. Os controles estão bem ajustados, morri muitas vezes e nunca tive a sensação que fui traído por eles. O básico de todo Mega Man está lá: o dash, tiro forte, tiro fraco. Para saltos altos quem te ajuda é o cão amigo Rush, literalmente com uma mola nas costas.

A história do jogo é a mesma de sempre, Dr Willy aprontando. Mas tudo bem, Mega Man nunca precisou de histórias elaboradas para ser divertido, e não é diferente aqui. O que ficou devendo um pouco na minha opinião foi a trilha sonora. Algumas músicas são melhores que outras, mas no geral nada memorável. Todas elas tem uma pegada meio técnico e sem muita melodia. As músicas não comprometem o jogo, mas não tem nada ali que eu vou querer ouvir no carro.

Mega Man 11 é muito competente e divertido. Belos gráficos e jogabilidade redondinha, a trilha sonora poderia ser melhor, mas também não compromete. Um jogo bem polido, balanceado e recomendado para todos os fãs do blue bomber, vale a pena experimentar.

Conheça o Video Game Data Base, o museu virtual brasileiro dos videogames. A coluna de games do Lado B tem o apoio do Expo Video Game.

Mega Man 11 é muito competente e divertido.Mega Man 11 é muito competente e divertido.
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.