A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

10/01/2019 08:24

Amor de vó é transformar desenho de monstro em um super bolo de aniversário

O neto ficou emocionado e avó fala da importância de dar atenção especial ao desenho de uma criança

Thailla Torres
Maria com o bolo pronto e o desenho feito pelo neto Antônio. (Foto: Arquivo Pessoal)Maria com o bolo pronto e o desenho feito pelo neto Antônio. (Foto: Arquivo Pessoal)

Antônio surpreendeu a avó com um pedido diferente. Para a comemoração do seu aniversário de 7 anos, ele pediu que a avó, Maria de Oliveira Naves, fizesse um bolo de monstro usando um desenho especial feito por ele.

O neto ama desenhar e a avó, como arte educadora e experiente em confeitaria, não pensou duas vezes para dizer sim ao neto.

Maria morou 20 anos em Campo Grande, se dedicou a vida artística e a culinária, onde ficou conhecida pelas receitas na televisão e o monumento da Tia Eva. Hoje, Maria vive em Portugal, mas foi passar o Natal e aniversário do neto na Alemanha. Logo que chegou surgiu a preocupação sobre como seria a comemoração deste ano. O neto então fez um pedido. “Vovó, eu quero um bolo de monstro”, conta Maria.

Maria durante a confecção do bolo. Maria durante a confecção do bolo.

Não foi preciso muito tempo para quebrar a cabeça e saber como agradar o neto com um bolo divertido. Maria subiu até o quarto e foi surpreendida. “Ele havia feito um desenho de como ele queria. Minha filha me questionou se daria certo e eu falei que era tranquilo”.

Apesar da experiência na produção de bolos, Antônio não quis ficar de fora da execução de sua obra de arte e acompanhou todos os detalhes. “Ele ficou ao meu lado coordenando, falando como queria a cor, se o olho e o tamanho estavam certos, e depois que ficou pronto me disse que era exatamente aquilo que ele queria, ficou feliz”.

Um bolo inusitado como esse não é difícil de fazer garante Maria. Na produção ela utilizou um pão de ló comum, recheado com brigadeiro trufado e a cobertura foi um glacê à base de manteiga, leite condensado, Leite Ninho e corante. Os olhos, a boca e as garras foram feitas com marzipan, uma massa doce à base de amêndoas, clara de ovo e açúcar, e as unhas com castanha de caju.

Antônio na cozinha, fazendo receitas que aprende em casa e na escola. (Foto: Danielle Naves)Antônio na cozinha, fazendo receitas que aprende em casa e na escola. (Foto: Danielle Naves)
Maria, Antônio e Danille (mãe de Antônio). (Foto: Danielle Naves)Maria, Antônio e Danille (mãe de Antônio). (Foto: Danielle Naves)

“Deu tudo certo e a família ficou muito satisfeita em ver o Antônio contente. Eu atribuo essa simplicidade a criação dele, porque aqui eles são criados de forma muito independente. Na escola, eles vestiam a roupa desde de pequenininhos e faziam até o próprio pão. Hoje, ele usa batedeira, sabe cortar legumes, gosta de cortar igual um chef de cozinha e até diz que vai ter um restaurante”.

A avó também não nega a emoção e alerta sobre a importância de olhar com atenção para o desenho de uma criança. “Com Pedagoga eu sempre respeitei as crianças, nas escolas as professoras falam que o desenho da criança está errado, mas não é por aí. Temos que respeitar sua capacidade cronológica, à medida que ela vai crescendo ela vai respeitando o limite do papel e começa a desenvolver um desenho normal. Desenho é muito importante para seu desenvolvimento e para saber mais sobre uma criança”, destaca a avó.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

* Matéria editada às 9h25 de 10/01/2019 para acréscimo de fotos. 

Bolo pronto, com detalhes pensados e desenhados por Antônio. (Foto: Danielle Naves)Bolo pronto, com detalhes pensados e desenhados por Antônio. (Foto: Danielle Naves)
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.