ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  01    CAMPO GRANDE 22º

Sabor

Joelson mostra como se faz peixe para matar a saudade de casa

Há um mês, ele abriu o restaurante no Bairro Jardim Samambaia onde serve os pratos caprichados

Por Jéssica Fernandes | 19/06/2022 07:00
Joelson é quem faz os pratos onde o peixe é estrela principal. (Foto: Henrique Kawaminami)
Joelson é quem faz os pratos onde o peixe é estrela principal. (Foto: Henrique Kawaminami)

Depois de vir morar em Campo Grande, o coração de Joelson Alves Siqueira, de 49 anos, ficou cheio de saudade da terra natal e dos diversos pratos que tinham o peixe como ingrediente principal. Natural de Espírito Santo, ele vivia cozinhando para a família e amigos quando foi incentivado a abrir o próprio restaurante. Há um mês, ele colocou a ideia em prática e criou o Canto Du Peixe.

Localizado no Bairro Jardim Samambaia, Joelson é quem fica responsável pela cozinha, enquanto a esposa Mariza  Gomes, de 55 anos, atende os clientes. No lugar, o menu é regido por quatro pratos principais, sendo eles: filé de tilápia, moqueca de pintado, costelinha de pacu e bobó de camarão. Todas as refeições vêm com arroz branco, pirão e um mix de salada.

O tempero, o carinho e o cuidado são alguns dos segredos especiais que dão o sabor único para cada prato. Os clientes podem aproveitar para se deliciar no espaço do estabelecimento ou levar para casa o marmitex feito pelo casal, que atende no horário de almoço e na janta.

Costelinha de pacu é uma das refeições disponíveis no menu. (Foto: Henrique Kawaminami)
Costelinha de pacu é uma das refeições disponíveis no menu. (Foto: Henrique Kawaminami)

Embora o negócio seja novo, a propaganda boca a boca foi responsável por trazer pessoas de diversos pontos da cidade e de municípios como Três Lagoas e Maracaju. Costureira há 27 anos na região, a fama de Mariza no bairro também ajudou na hora de captar mais clientes.

Morando há dez anos em Campo Grande, Joelson comenta que a vontade de abrir o lugar era antiga. “Faz dois anos, mas não abrimos antes por causa de aluguel”, explica. Após fazer uma reforma, que dividiu o ambiente onde Mariza trabalha, o restaurante foi criado.

Ela conta que os amigos foram os primeiros a apoiar a iniciativa. "Ele sempre fez peixe assado, muitos amigos da igreja comiam e ficavam falando que ele podia abrir um restaurante, vender o pirão no ponte", diz. Mariza elogia o cuidado que o marido tem com os peixes e na hora de preparar os pratos. "Ele faz o pirão com uns peixes bem naturais mesmo", frisa.

Ao lado de Mariza, ele conduz o negócio no Bairro Jardim Samambaia. (Foto: Henrique Kawaminami)
Ao lado de Mariza, ele conduz o negócio no Bairro Jardim Samambaia. (Foto: Henrique Kawaminami)

Questionado sobre o motivo de só preparar pratos com peixe, Joelson fala o motivo. "Aqui na região só tem espetinho", justifica. Diferente da terra natal, ele garante que o valor dos pratos são bem mais em conta. "O peixe é bem mais barato, aqui é um terço do valor", conclui.

Quem quiser experimentar os pratos, o Canto Du Peixe está localizado na Rua Meruce, 301, Bairro Jardim Samambaia. O horário de funcionamento é de segunda a sábado, das 10h30 às 14h e das 18h30 às 21h. Aos domingos, o restaurante só atende no horário de almoço, das 10h30 às 14h.

Caldo de pirão é complemento dos pratos cheios de tempero. (Foto: Henrique Kawaminami)
Caldo de pirão é complemento dos pratos cheios de tempero. (Foto: Henrique Kawaminami)

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Nos siga no Google Notícias