ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, TERÇA  13    CAMPO GRANDE 23º

Sabor

Louco por chipa, Israel abre café onde a receita reina até com mel

E apesar de abrir as portas em bairro nobre, empresário desbanca concorrência por manter chipa a preço camarada

Por Thailla Torres | 26/02/2021 07:50
Chipa com goiabada é uma das opções do cardápio. (Foto: Kísie Ainoã)
Chipa com goiabada é uma das opções do cardápio. (Foto: Kísie Ainoã)

Ao abrir a porta, o cheiro de chipa recém-saída do forno te encontra. É assim na nova cafeteria que abriu no bairro Chácara Cachoeira. Israel Ribeiro, de 37 anos, o proprietário, faz de propósito. Ele sabe que o sul-mato-grossense que se preze é capaz abandonar qualquer dieta por uma boa chipa com cafezinho.

Ele não abandona a receita nem com o preço do queijo nas alturas e por isso resolveu investir no novo negócio que, para alguns, pode até não parecer novidade já que encontramos o salgado paraguaio em cada esquina, mas para ele é muito familiar.

A chipa faz parte da história da família dele desde 2015, quando inaugurou uma das primeiras chiparias da cidade, a Dona Chipa, que ficava na região da rodoviária.

Israel é o proprietário e não nega ser fissurado pelo salgado paraguaio. (Foto: Kísie Ainoã)
Israel é o proprietário e não nega ser fissurado pelo salgado paraguaio. (Foto: Kísie Ainoã)

Anos mais tarde o negócio fechou as portas e família foi com tudo para Cuiabá, explorar um território que pouco consumia a chipa que domina Mato Grosso do Sul. O sucesso por lá foi tanto que hoje família comemora quatro lojas, vendendo chipa e cafezinho todos os dias.

Mas com saudade de comer uma boa chipa em Campo Grande e sem poder mudar com a esposa para Cuiabá, Israel resolveu apostar de novo por aqui. “Lá em Cuiabá as lojas dos meus tios são mais simples, eles vendem mesmo somente a chipa e o café. Aqui eu queria um lugar que tivesse uma cafeteria”, revela o dono.

Em dois meses ele com ajuda da esposa abriram a Lua de Queijo, que na fachada não revela a chipa, mas o “biscoito de queijo quentinho”. “Lá em Cuiabá eles não costumam falar chipa e sim biscoito de queijo”, justifica.

Lugar é bem decorado, com projeto foi assinado pelo arquiteto Higor Zanelato. (Foto: Kísie Ainoã)
Lugar é bem decorado, com projeto foi assinado pelo arquiteto Higor Zanelato. (Foto: Kísie Ainoã)

O lugar é charmoso, com uma decoração clean assinada pelo arquiteto Higor Zanelato e tem um cardápio variado. Apesar da chipa de R$ 1,00 ser coisa do passado, se engana quem pensa que pela localização a chipa ali custa caro. Israel fez questão de manter um preço camarada e avisa que não é oferta de inauguração. “O valor vai ser mantido”, reforça.

No menu você pode pedir chipa tradicional a R$ 3,00. Mas bom mesmo é a chipa na chapa a R$ 4,50, ela vem cortada ao meio com requeijão ou mel. Tem chipa com goiabada a R$ 3,50 e pão de queijo a R$ 4,00.

Chipa na chapa com mel é um dos pedidos que vale a pena. (Foto: Kísie Ainoã)
Chipa na chapa com mel é um dos pedidos que vale a pena. (Foto: Kísie Ainoã)
Bolo do dia com calda de chocolate que é colocada na hora. (Foto: Kísie Ainoã)
Bolo do dia com calda de chocolate que é colocada na hora. (Foto: Kísie Ainoã)

Para oferecer outros sabores, Irael apostou nos sandubas. O carro-chefe tem sido o Lua de Mel, um pão de brioche recheado de queijo brie, presunto de parma e mel. A delícia é rasgar o sanduba e ver o queijo derretendo. Outra sugestão é o sanduba Lua Cheia, um pão de parmesão recheado com queijo prato e gouda. Quem gosta de doce pode provar o Lua Nova, com pão de chocolate 100% cacau recheado com cream cheese e geleia de morango.

Na vitrine ainda tem bolo do dia que recebe calda quente na hora, tortas salgadas e empadas.

Feliz com o novo negócio, Para Israel ter concorrência na cidade não é nada de outro mundo. “Aqui faço chipa de verdade, sem economizar no queijo. E cobro preço justo”, justifica.

O plano agora é crescer. “Ainda vou aumentar ali na frente e colocar um deck. Quero que as pessoas sintam vontade experimentar a nossa chipa vindo de qualquer lugar da cidade. Eu sei como é ser um apaixonado por chipa”, diz o proprietário, que atualmente emprega 3 pessoas.

A cafeteria fica na Rua Raul Pires Barbosa, 1325 - Chácara Cachoeira. O horário de funcionamento é das 6h30 às 19h de segunda a sexta e 7h às 11h30 aos sábados.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Chipa tradicional que é vendida no lugar a R$ 3,00. (Foto: Cássio Saldanha)
Chipa tradicional que é vendida no lugar a R$ 3,00. (Foto: Cássio Saldanha)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário