A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018

03/01/2018 08:09

No estilo "izakaya", novo bar e restaurante japonês quer vingar pela tradição

Casa foi inaugurada há apenas 15 dias na Rua Antônio Maria Coelho

Thaís Pimenta
(Fotos: Paulo Francis)(Fotos: Paulo Francis)

Esqueça os sushis de Doritos com bacon, combinados de salmão com creddar, hot rolls, ou qualquer invenção "made in Campo Grande" inspirada na culinária japonesa. No Ryori Sushi e Bar, o negócio é bem diferente. O espaço inaugurado há cerca de 15 dias na Antônio Maria Coelho quer vingar com a tradição

Inspirado no estilo izakaya, os famosos botecos japoneses que já são febre em São Paulo, o restaurante bar serve apenas à la carte pratos essencialmente japoneses, com algum toque chinês. Os pratos foram pensados pelo chef e sócio do local, Heitor Tsuru, que carrega nove anos de experiência no currículo. O anestesista e empresário Rafael Miyahira completa a sociedade.

O ticket médio individual gasto no Ryori não é barato, são cerca de R$ 80. "É um espaço pensado pra quem tem curiosidade em conhecer a culinária japonesa de verdade. Para os que já cansaram de ir aos mesmos rodízios da cidade, que podem até ser mais baratos, mas com qualidade abaixo da nossa", diz Heitor.

Combinado de sashimis serve até duas pessoas.Combinado de sashimis serve até duas pessoas.

O carro-chefe da casa são os sashimis dos mais variados peixes, feitos na hora, na frente de cliente, servidos em um bowl cheio de gelo. O "Sashimi Moriwase" traz 30 fatias dos peixes Vieira, Salmão, Toro, Atum, Peixe Branco, Polvo, Shoyuzuke e Haddock por R$ 98.

A cozinha quente japonesa também tem espaço reservado no cardápio e é, inclusive, a parte mais barata dele. O temaki da casa também sai mais em conta, a R$ 18.

 

Heitor no preparo nos pratos que irão à mesa na noite do restaurante. Heitor no preparo nos pratos que irão à mesa na noite do restaurante.

Com decoração clean, o espaço foi criado pelas arquitetas Ana Carolina Fachini e Ana Thereza Carvalho. "O ambiente lembra mais um bar do que um restaurante japonês. Fizemos assim pra que o cliente fique por mais tempo aqui", diz Heitor.

Teto de vidro, balcão exposto, luzes de led, na paredes revestimentos 3D e detalhes em madeira misturam tradição e modernidade.

Drinks diferentes a base de chá, remetem às tradições asiáticas, como no "Banchaça", que leva capim limão, chá verde, hortelã e cachaça, ou o "Ryori", com chá preto, whisky bourbon, goiabada e queijo curado.

O restaurante fica na Rua Antônio Maria Coelho, 3210, e funciona de terça a domingo, de 19h às 24h.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

Teto de vidro permite visão privilegiada do céu.Teto de vidro permite visão privilegiada do céu.


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.