A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019

19/07/2019 08:24

Paixão por café fez Adriano arriscar em trecho esquecido do Centro

Locomotiva é café na Dom Aquino com versões quentes e geladas

Danielle Valentim
Adriano sempre foi apaixonado por café apostou no ponto da Dom Aquino. (Foto: Danielle Valentim)Adriano sempre foi apaixonado por café apostou no ponto da Dom Aquino. (Foto: Danielle Valentim)

Aos 28 anos, Adriano Reis é o mais novo empreendedor da cidade. Apaixonado por café, o sonho de ter o próprio negócio o fez deixar a oficina mecânica onde trabalhava com o pai para montar a própria cafeteria. O espaço deu um "up" em trecho quase esquecido da Dom Aquino e serve do café espresso aos frappés com sorvete.

O nome do espaço é uma homenagem à região que recebia a Maria Fumaça e que hoje leva o nome de Orla Ferroviária. “A primeira dúvida foi o nome. Pensei em Trilhos, mas fechou como Locomotiva", pontua. 

Todo o planejamento contou com a ajuda da esposa Daniele Chaia, de 27 anos, que é advogada, mas acompanha tudo de perto.Nada foi tão fácil, além de vender algumas coisas e até fazer empréstimo, Adriano precisou de coragem. 

Logo que encontrou o ponto, começou a se organizar e de cara comprou as cadeiras amarelas. O espaço não tinha nada e Adriano mudou tudo. Forrou, ergueu paredes, montou a cozinha, banheiro e decorou.

Adriano forrou, ergueu paredes, montou a cozinha, banheiro e decorou no amarelo. (Foto: Kísie Ainoã)Adriano forrou, ergueu paredes, montou a cozinha, banheiro e decorou no amarelo. (Foto: Kísie Ainoã)
Espaço foi estruturado do zero. (Foto: Kísie Ainoã)Espaço foi estruturado do zero. (Foto: Kísie Ainoã)

"Para empreender tem de ter coragem e erguemos do zero. Eu sempre gostei muito de café e aluguei em princípio para montar uma lanchonete, mas tem muitas pela cidade. Então comecei a fazer cursos e me especializei em cafés.

Aberta há um mês, a cafeteria é mais um point para os apaixonados pela bebida em meio a correria do centro. São servidos todos os tipos de cafés e seus derivados como o cappuccino, moccaccino e os frappés gelados, que também ganharam versões de Ovomaltine e Alpino.

O café usado nas bebidas vem de Minas Gerais e o 100% arábica. A espécie tem um cultivo especial é mais encorpado e ganha o dobro da doçura natural, segundo os experts em cafés.

Frappé de café com sorvete de creme e chantilli. (Foto: Danielle Valentim)Frappé de café com sorvete de creme e chantilli. (Foto: Danielle Valentim)
Nada de açúcar, o Moccaccino servido na Locomotiva tem sabor suave. (Foto: Danielle Valentim)Nada de açúcar, o Moccaccino servido na Locomotiva tem sabor suave. (Foto: Danielle Valentim)

Além disso, o cardápio conta com mistos, pão na chapa, tapioca, lanches com carne, hambúrguer artesal e até um lanche inspirado no famoso pão com mortadela do Mercado Municipal de São Paulo, o da Locomotiva leva 150 gramas de mortadela defumada, para não ficar enjoativo.

Outro diferencial são as sodas italianas de sabores variados que são servidas com canudos biodegradáveis. O pão de mel caseiro de beijinho e doce de leite são outra especialidade da casa. A cafeteria também faz entregas pelo Ifood.

Soda italiana é diferencial na cafeteria. (Foto: Divulgação)Soda italiana é diferencial na cafeteria. (Foto: Divulgação)
Soda no sabor maça verde. (Foto: Divulgação)Soda no sabor maça verde. (Foto: Divulgação)

A locomotiva não fecha nunca e funciona de segunda a sábado das 8h às 18h e aos domingos das 8h ao meio dia. A cafeteria está localizada na Rua Dom Aquino, 1086, na esquina com a Rua Aquidauana.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

Super mortadela. Super mortadela.
Pão na chapa. Pão na chapa.
Adriano se especializou no ramo. (Foto: Danielle Valentim) Adriano se especializou no ramo. (Foto: Danielle Valentim)
Sodas italianas fazem sucesso no calor. (Foto: Danielle Valentim) Sodas italianas fazem sucesso no calor. (Foto: Danielle Valentim)

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.