A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018

15/07/2018 13:57

Proibida para menores, trufa alcoólica surpreende nas calçadas dos bares

Chocolate belga misturado com bebidas destiladas e fermentadas é receita para quem gosta de uma gastronomia nada convencional.

Anahi Gurgel
Bebidas destiladas e fermentadas são utilizadas na fabricação de trufas alcóolicas. (Foto: Divulgação/A_Truffa)Bebidas destiladas e fermentadas são utilizadas na fabricação de trufas alcóolicas. (Foto: Divulgação/A_Truffa)

Você já provou uma trufa com teor alcoólico tão elevado que pode te levar a "cair" no teste de bafômetro? Pois a receita existe, é vendida nas calçadas de bares noturnos de Campo Grande e dá, sim, aquele tremelique quando se coloca na boca.

É uma experiência gastronômica interessante a de sentir o sabor de chocolates nobres entremeados às bebidas destiladas e fermentadas: uma combinação "proibida para menores”.

A proposta, as receitas, as experimentações e todo o preparo das trufas são de responsabilidade de Fábio Zago, que trabalha em tempo integral como funcionário público e se dedica à culinária nas horas vagas, geralmente nas madrugadas.

São já 16 anos nessa aventura chamada “A_Truffa”, que possui uma ampla variedade de sabores exóticos. Tem de whisky BlackLabel, Amarula, tequila, vodka, grappa, vinho do porto, cachaça, licores.

Fábio apresenta suas trufas alcoolicas também nas calçadas dos bares de Campo Grande. (Foto: Gilson Rocha)Fábio apresenta suas trufas alcoolicas também nas calçadas dos bares de Campo Grande. (Foto: Gilson Rocha)

"Quero oferecer uma experiência gastronômica diferente. Produzo todas as trufas com suporte de uma nutricionista e só coloco à venda depois de muitos testes", explicou, em uma noite dessas, enquanto comercializava suas delícias de mesa em mesa, nas calçadas de restaurantes e bares da Avenida Bom Pastor.

"Essa química toda conta com ajudinha até de uma pepita de laboratório, tudo para que haja um equilíbrio perfeito entre a bebida e o chocolate", complementa.

E não é exagero quando se alerta para o risco de ser pego no teste do bafômetro. Em termos de teor alcoólico, três trufinhas equivalem a uma garrafa lonk neck de cerveja. 

AS bebidas destiladas e fermentadas não são incluídas como recheio das trufas, como os mais comuns bombons de licor de cereja, mas sim entremeadas à massa do chocolate. Isso, segundo ele, aumenta muito o desafio.

Fábio também conta com ajuda de uma funcionária. Ele prepara a massa de madrugada e é ela quem dá o formato das bolinhas, recorta as embalagens e empacota.

Atualmente, ele faz venda fixa de suas trufas em quatro restaurantes da cidade. Percorre cerca de 20 quilômetros por noite, com seu carro, exibindo suas trufas e explicando o processo de fabricação, na medida do possível. 

Em embalagens estilosas, as trufas alcoolicas fazem sucesso na noitel. (Foto: Gilson Rocha)Em embalagens "estilosas", as trufas alcoolicas fazem sucesso na noitel. (Foto: Gilson Rocha)

Tem perrengues também - Fábio conta que nem sempre é bem aceito pelos empresários da cidade. "Tem aqueles que não curtem que eu mostre minhas trufas nas calçadas. Eu nem entro no estabelecimento, só depois de conversar com os responsáveis. Mas tem cliente que se levanta da mesa para comprar meus chocolates.. é indescritível esse reconhecimento", descreve.

"Os chocolates estão já conquistando um espaço, mas tem quem ignore o produto e todo o processo de fabricação, que envolve muita dedicação e pesquisa. Entretanto, eu conseguindo fazer com que as pessoas experimentem, já vale todo o esforço", resume. 

O trabalho de Fábio pode ser conferido em seu perfil no Instagran. As trufas são vendidas somente para maiores de 18 anos. Uma caixa com 3 unidades, com sabores diversos, custa R$ 10. A maior, com 5 sabores, sai por R$ 15. Fábio também faz as sobremesas alcoólicas por encomenda. 

É ter cautela, moderação, e se jogar nesta delícia inusitada. 

Sabores exóticos são constantemente testados junto à massa dos chocolates nobres. (Foto: Divulgação/Fábio Zago)Sabores exóticos são constantemente testados junto à massa dos chocolates nobres. (Foto: Divulgação/Fábio Zago)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.