ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  22    CAMPO GRANDE 23º

Lado Rural

Conab prevê queda de 7,2% na safra de grãos 2023/24 em Mato Grosso do Sul

Estado replantou 59,6 mil hectares de soja, mas 90,6% das áreas cultivadas estão em bom estado

Por José Roberto dos Santos | 08/12/2023 14:20
Área plantada há poucos dias com soja em fazenda na região sul de Campo Grande; região centro está com o plantio mais avançado em MS. (Foto: José Roberto dos Santos)
Área plantada há poucos dias com soja em fazenda na região sul de Campo Grande; região centro está com o plantio mais avançado em MS. (Foto: José Roberto dos Santos)

Apesar de registrar um crescimento de 2,3% na área plantada para a safra 2023-2024, o Mato Grosso do Sul, por conta de uma queda de produtividade calculada em 9,3%, deverá contabilizar uma safra pelo menos 7,2% menor que a totalizada no ciclo 2022-2023. A previsão é do  3º Levantamento da Safra de Grãos, divulgado nesta sexta-feira pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento).

A queda de produção é bem superior a calculada para a produção nacional, que é de 2,4%. Segundo a Companhia de Abastecimento, as perdas registradas no Centro-Oeste ocorrem devido a falta de chuvas e a ocorrência de altas temperaturas. O Mato Grosso do Sul está na reta final do plantio da soja. Apesar de ter registrado a necessidade de replantio em 59,6 mil hectares, o atual estado das lavouras, segundo boletim da Aprosoja-MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul) é considerado "bom" em 90,6% das áreas cultivadas.

Há leve atraso no plantio em relação ao ciclo anterior (em torno de 3 pontos percentuais), mas o plantio deve encerrar-se obrigatoriamente até o dia 24 de dezembro, conforme calendário do Mapa (Ministério da Agricultura e Pecuária), ratificado por resolução da Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação) publicada esta semana no Diário Oficial do Estado.

Para este ciclo o levantamento da Conab mostra que o MS deverá plantar 6,4 milhões de hectares de grãos. Deste total, a maior parte está cultivada com soja. Na previsão da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), feita em 15 de setembro deste ano, a oleaginosa deveria alcançar 4,2 milhões de hectares. No Levantamento da Safra de Grãos o MS deverá plantar 3,9 milhões de hectares de soja, 5,7% mais que no ciclo 2022-23. No entanto, na régua da Conab o MS deverá produzir só 1,2% menos de soja em relação à safra passada.

Andamento do plantio de soja

Com base nas informações levantadas, na data de 1º de dezembro, a área plantada de soja acompanhada pelo Projeto Siga-MS (Sistema Informações Geográficas do Agronegócio)   alcançou 96,2%. Semanalmente a Aprosoja/MS, juntamente com o Governo do Estado de MS e a Famasul, divulgam dados ligados à agricultura sul-mato-grossense.

A região centro está com o plantio mais avançado, com média de 97,8%, enquanto a região sul está com 96% e a região norte com 94,3% de média. A área plantada até o momento, conforme estimativa do Projeto Siga-MS, é de aproximadamente 4,103 milhões de hectares.

A porcentagem de área plantada na safra 2023/2024 encontra-se inferior em aproximadamente 3 pontos percentuais em relação à safra 2022/2023, para a data 1º de dezembro, mostra o boletim.

Replantio necessário

Mato Grosso do Sul registrou um replantio em 1,40% da área estimada, totalizando 59.647 hectares. A maior parte do replantio ocorreu na região centro, com aproximadamente 25.107 hectares replantados. Isso foi seguido pelas regiões nordeste (20.574,33 hectares), norte (11.427 hectares) e sul (2.539 hectares).

Clique no link abaixo e acesse o 3º Levantamento da Safra de Grãos da Conab.

E-book_BoletimZdeZSafrasZ-Z3oZlevantamento.pdf

Clique no link abaixo e acesse o Boletim Casa Rural, com o andamento do plantio e o mercado da soja em MS.

537 - BOLETIM SEMANAL CASA RURAL - AGRICULTURA - CIRCULAR 537 05.12.2023_0.pdf

Nos siga no Google Notícias