A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

23/02/2018 18:46

Acordo prevê parceria na produção audiovisual e divulgação de Bonito

Termo de cooperação técnica foi firmado nesta sexta-feira (23) entre Fertel e UFMS.

Anahi Gurgel
Imagens aéreas das belezas de Bonito serão compartilhadas para desenvolvimento de conteúdo educativo. (Foto: Divulgação/Fertel)Imagens aéreas das belezas de Bonito serão compartilhadas para desenvolvimento de conteúdo educativo. (Foto: Divulgação/Fertel)

Um acordo firmado nesta sexta-feira (23), no município de Bonito, vai possibilitar o compartilhamento de conteúdo audiovisual da região pantaneira – um dos mais belos santuários brasileiros - entre a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e emissoras públicas de rádio e televisão no estado.

O termo de cooperação técnica foi assinado com a Fertel (Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e Televisão Educativa de MS), com a presença do reitor da UFMS, Marcelo Turine, o diretor presidente da Fertel, jornalista Bosco Martins, e do secretário de Cultura e Cidadania, Athayde Nery.

O objetivo é incentivar a promoção, veiculação e divulgação conjunta de atividades de radiodifusão para transmissão de sons e imagens de natureza acadêmica e científica, assim como suporte físico para produção de conteúdo das emissoras em Bonito e região.

A “novidade” representa o pontapé inicial do processo de produção digital da TVE, que tem prazo para entrar no ar em 2018.

Assinatura de acordo de cooperação técnica foi firmado nesta sexta-feira (23), em Bonito. (Foto: Divulgação/Fertel) Assinatura de acordo de cooperação técnica foi firmado nesta sexta-feira (23), em Bonito. (Foto: Divulgação/Fertel)

A Fertel é a fundação mantenedora das emissoras públicas do estado - a Rádio, TVE Cultura e Portal da Educativa. Em Bonito, sua estação retransmissora foi reinaugurada em 2015. 

“Além de promover as atividades acadêmicas e contribuir no processo de aprendizagem dos alunos, o acordo vai favorecer o Ensino à Distância. A TVE poderá exibir conteúdos simultaneamente, abrindo espaço para novas atividades educacionais na grade de programação”, disse o reitor da universidade.

“O processo de digitalização e multiprogramação das TV's Cultura, a exemplo de São Paulo e Paraná, começa a ser uma realidade no Brasil. Significa migrar da era analógica para a era digital das pequenas telas, mas principalmente, ofertar conteúdo de qualidade às novas gerações”, acredita Bosco.

Imagens aéreas da região pantaneira. Conteúdo audiovisual será compartilhado entre Fertel e UFMS. (Foto: Divulgação/Fertel)Imagens aéreas da região pantaneira. Conteúdo audiovisual será compartilhado entre Fertel e UFMS. (Foto: Divulgação/Fertel)

Pelo acordo, a Fertel vai disponibilizar à UFMS, a estrutura dos estúdios de rádio e TV para gravação de programas educativos, bem como receber a produção audiovisual de professores, técnicos e acadêmicos, em formato compatível para veiculação na grade da emissora. 

Em contrapartida, a universidade vai destinar para a Fertel um espaço na Base de Estudos de Bonito, no campus do município, para gravação de programas educativos e culturais sobre a região.

O que vem por aí - Já está em desenvolvimento o projeto “Memórias”, do cineasta e professor Candido Alberto da Fonseca. São mais de 100 programas com jornalistas, políticos, artistas, educadores e personalidades que fizeram parte da história sul-matogrossense. 

Trata-se de um projeto piloto, que deverá abranger todos os 79 municípios com uma proposta de produção regional inovadora.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions