A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

31/12/2017 14:57

Centros de educação ambiental fizeram 9 mil atendimentos neste ano

Capital conta com quatro centros de educação ambiental, em diferentes regiões

Leonardo Rocha
Estudantes participando das atividades sobre educação ambiental (Foto: Divulgação - PMCG)Estudantes participando das atividades sobre educação ambiental (Foto: Divulgação - PMCG)

Os Centros de Educação Ambiental, ligados a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana), fizeram aproximadamente 9 mil atendimentos em Campo Grande. O público foram os estudantes do nível fundamental, médio e superior; universitários, professores, idosos, além de pesquisadores e moradores.

Estes atendimentos ou ações que visam promover a educação ambiental em Campo Grande, também foram feitas em órgãos públicos, Ongs (Organização não governamental) e empresas. Com o espaço aberto para palestras, encontros e reuniões, de acordo com a prefeitura, a intenção é permitir que todos os públicos façam a reflexão sobre o tema.

As atividades dos centros são feitas em parceria com o Polícia Militar Ambiental, tendo entre os programas de destaque, o projeto "Florestinha". Este já atendeu 102 escolas públicas e provadas de 16 municípios de todo estado.

Para o secretário municipal de Meio Ambiente, José Marcos da Fonseca, a promoção das atividades de educação ambiental, dentro destes espaços, proporcionam um melhor conhecimento sobre o tema à sociedade. "São debate às políticas públicas municipais voltadas ao meio ambiente e aproximam a população da nossa fauna e flora".

Existem quatro centros de educação ambiental em Campo Grande, localizados nos bairros Carandá Bosque (Polonês), Avenida Cônsul Assaf Trad (Florestinha), Vila Popular (Imbirussu) e no Guanandi (Anhanduí), na região sul da cidade.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions