A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

19/12/2017 13:37

Especialistas alertam para venda ilegal de papagaios neste Natal em MS

Somente em 2017, foram apreendidos 470 aves filhotes em 4 estados, a maioria em Mato Grosso do Sul.

Anahi Gurgel
Filho de papagaio-verdadeiro apreendido durante fiscalização. Tráfico aumenta nesse período do ano. (Foto: Glácia Seixas)Filho de papagaio-verdadeiro apreendido durante fiscalização. Tráfico aumenta nesse período do ano. (Foto: Glácia Seixas)

Entre os meses de agosto e dezembro é quando ocorre a reprodução do papagaio-verdadeiro e também quando há aumento da comercialização ilegal de filhotes da espécie para serem presentados no Natal. Entre as aves, essa é a mais traficada em Mato Grosso do Sul.

“Por serem dóceis, amigáveis e fáceis de domesticar, esses animais se tornam objetos de desejo de muitas pessoas, assim como suas cores chamativas. É quando os consumidores se tornam alvos fáceis dos traficantes de animais silvestres”, explica a zootecnista Gláucia Seixas, membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza.

Ela destaca que somente neste ano foram apreendidos cerca de 470 filhotes de papagaio-verdadeiro em quatro estados brasileiros, a maioria no Mato Grosso do Sul.

“Conseguimos contabilizar esses, mas muitos outros passam pela fiscalização. O tráfico é um grande problema no País”, avalia.

A zootecnista diz que o papagaio-verdadeiro é um animal com menor valor na venda por não ser uma espécie rara. Por isso, os traficantes capturam a espécie em grande quantidade e com valor de venda mais baixo do que os criadouros certificados. A diferença de preço no mercado clandestino pode chegar até 7 vezes menor.

“Essas aves não devem repetir o que nós dizemos. Mais interessante do que tê-los em gaiolas em casa, é observá-los na floresta, voando livremente”, alerta.

Papagaios possuem função importante como polinizadores da natureza e seus ninhos são utilizados posteriormente por outras espécies. (Foto: Glácia Seixas)Papagaios possuem função importante como polinizadores da natureza e seus ninhos são utilizados posteriormente por outras espécies. (Foto: Glácia Seixas)

Certificação - No Brasil, é permitido criar papagaios ou outros animais silvestres desde que sejam legalizados, adquiridos por criadouros regulamentados pelos órgãos ambientais responsáveis.

De acordo com a bióloga Neiva Guedes, membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza, essas aves são valiosos polinizadores da natureza, além de serem as conhecidas como engenheiras ambientais, já que seus ninhos são usados por outras aves posteriormente.

Para garantir a preservação e bem estar da espécie, no País são desenvolvidos projetos como o “Papagaio-Verdadeiro", que visa combater o tráfico e mobilizar a sociedade para a conservação da espécie.

Também há o recém-criado “Papagaios do Brasil”, lançado em novembro, que integra ações de conservação de seis espécies ameaças, como papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva), papagaio-charão (Amazona pretrei), papagaio-de-peito-roxo (Amazona vinacea), papagaio-de-cara-roxa (Amazona brasiliensis), papagaio-chauá (Amazona rhodocorytha) e papagaio-moleiro (Amazona farinosa).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions