ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 27º

Meio Ambiente

Grupo que quer instalar fábrica em Ribas elabora estudo de Impacto Ambiental

Por Bruno Chaves | 23/06/2014 13:16

O Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) publicou, na edição de hoje (23) do Diário Oficial do Estado, que recebeu o Relatório de Impacto Ambiental (Rima) do grupo CRPE Holding S/A, que pretende investir R$ 8 bilhões em uma fábrica de celulose a ser implantada na cidade de Ribas do Rio Pardo – a 103 quilômetros de Campo Grande.

Na publicação, o Imasul avisa que o documento ficará à disposição, a quem interessar, na sede do instituto, que fica na Rua Desembargador Leão Neto do Carmo, s/n, no Parque dos Poderes, na Capital, durante 45 dias para conhecimento e solicitação de uma possível audiência pública. A medida atende legislação vigente desde 1987.

O empreendimento em Mato Grosso do Sul já obteve aprovação de financiamento pela Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), que poderá liberar R$ 730 milhões e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) também ficou de analisar pedido para financiar R$ 1,3 bilhão.

Entretanto, a instalação dessa, que pode ser a terceira fábrica de celulose de MS, pode ser barrada na Justiça, uma vez que o grupo J&F Participações, controlador da Eldorado Celulose, foi ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) para impedir a abertura da empresa em Ribas do Rio Pardo, que deverá gerar 8 mil empregos na construção.

Para o governador André Puccinelli (PMDB), a disputa jurídica não deverá comprometer o investimento de R$ 8 bilhões.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário