ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, DOMINGO  29    CAMPO GRANDE 24º

Meio Ambiente

Operação termina com R$ 118 mil em multas, 435% maior que no ano passado

Neste ano houve autuações por desmatamento, transporte de carvão, derramamento de carga perigosa e erosões

Por Gabriel Neris | 26/02/2020 14:29
PMA flagrou desmatamento de 25 hectares em Camapuã (Foto: PMA/Divulgação)
PMA flagrou desmatamento de 25 hectares em Camapuã (Foto: PMA/Divulgação)

A Operação Carnaval terminou no fim da manhã desta quarta-feira (26) com 12 pessoas autuadas por infrações ambientais, dois presos por pesca predatória e R$ 118,5 mil em multas aplicadas, valor 435% superior à operação do ano passado.

De acordo com a Polícia Militar Ambiental, a diferença nos valores se deve principalmente pelas ocorrências registradas. No ano passado, a maioria envolveu pesca, enquanto neste ano houve autuações por desmatamento, transporte de carvão, derramamento de carga perigosa e erosões.

Neste ano foram soltos 28 kg de pescado vivos que estavam presos em petrechos proibidos.

Entre as principais ocorrências, a PMA flagrou prática de desmatamento de 25,4 hectares em Camapuã. Em Anaurilândia, 16 aves foram encontradas em cativeiro. Em Inocência foram mais dez aves na mesma situação. Outros crimes ambientais ocorreram em Bela Vista, Miranda, Nova Andradina, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Coronel Sapucaia e Coxim.