ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 24º

Meio Ambiente

PMA autua fazendeiro em R$ 186,5 mil por derrubar árvores protegidas por lei

Por Viviane Oliveira | 01/05/2012 13:29

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou um fazendeiro em R$ 186,5 mil na manhã de hoje (1º), por ter cortado 373 árvores da espécie “aroeira” sem autorização ambiental. A madeira havia sido cortada recentemente e estava espalhada na fazenda Morada do Sol.

O fazendeiro, morador em Aquidauana, cidade distante 135 quilômetros de Campo Grande, responderá por crime ambiental e poderá pegar pena de um a dois anos de detenção.

De acordo com a Polícia o Ibama (Instituto de Meio Ambiente e Recursos Renováveis) proíbe o corte da aroeira e algumas outras espécies de madeiras nobres, sem plano de manejo, que precisa ser aprovado pelos órgãos ambientais. Inclusive, em desmatamentos autorizados, essas espécies não podem ser cortadas.

Esta foi a segunda grande apreensão de madeira durante a operação Dia do Trabalhador. No início da operação, no dia 27 de abril, a PMA de Corumbá havia apreendido 109 m³ de madeira explorada ilegalmente em uma fazenda no Pantanal da Nhecolândia. Na ocasião, a fazendeira foi autuada em R$ 32.829 mil.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário