ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  09    CAMPO GRANDE 18º

Meio Ambiente

Tamanduá assusta e causa transtornos a moradores do Monte Castelo

Por Aline Queiroz e Ana Maria Assis | 05/01/2011 08:18

Desde as 2h o animal apareceu no bairro e não foi capturado

Animal está abrigado em terreno de casa abandonada. Foto: Simão Nogueira
Animal está abrigado em terreno de casa abandonada. Foto: Simão Nogueira

Moradores do Bairro Monte Castelo foram surpreendidos por uma visita, no mínimo, diferente esta madrugada. Um tamanduá-bandeira apareceu no meio da rua e causa transtornos aos moradores.

O problema é que desde o início da madrugada uma família “cuida” do animal e as autoridades não foram capturá-lo.

O casal de namorados Tati Ovando, 18 anos, e Wellington Bezerra da Silva, 22 anos, voltava de um posto de saúde de moto, às 2 horas de hoje, quando viu algo “estranho”.

Tati conta que chegou a brincar que seria um lobisomem. Quando chegou perto o susto não foi menor porque o tamanduá é enorme, segundo a moradora.

Os dois ligaram para o Corpo de Bombeiros, que disse ser atribuição da PMA (Polícia Militar Ambiental) a captura. Já a resposta que eles obtiveram na PMA era de que a unidade policial não possuía o equipamento necessário para deter o animal.

Eles mobilizaram toda a família para ajudar na “operação”. A família conseguiu apenas fazer com que o animal entrasse em uma casa abandonada.

O local onde o tamanduá está abrigado é um imóvel com matagal alto e bastante sujo. No entanto, os moradores explicam que fizeram o possível.

“A gente não deu paz para ninguém esta madrugada. Ligamos para a Polícia Ambiental, Corpo de Bombeiros e ninguém ajudou. Nós mesmos que tivemos que dar um jeito. E agora, vamos ter que criar?”, reclama Tati.

Ela afirma que a grande preocupação é com o filho de 1 ano e 7 meses. O bebê ficou no colo da jovem durante toda a entrevista.

De acordo com Wellington, a PMA informou que não tinha equipamento para capturar o animal porque era perigoso.

“Ficamos quase a noite toda para pegar bicho. Esperávamos uma atitude. Ele nem avançou”, completa Wellington.

Outro caso - No dia 14 de novembro um tamanduá-bandeira apareceu no Bairro Cidade Jardim. Na ocasião, os moradores também reclamaram da demora para a captura.

Com medo de acidentes, os moradores adotaram a mesma medida: trancar o bicho em um terreno.