ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 18º

Meio Ambiente

Umidade do ar pode chegar a 20% em 69 cidades MS nesta terça

Alerta do Instituto Nacional de Meteorologia foi emitido no início da tarde desta terça-feira (24)

Por Ana Paula Chuva | 24/05/2022 13:48
Faixa amarela mostra regiões em alerta de baixa umidade. (Foto: Reprodução | Inmet)
Faixa amarela mostra regiões em alerta de baixa umidade. (Foto: Reprodução | Inmet)

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) colocou a maior parte de Mato Grosso do Sul sob alerta de baixa umidade relativa do ar. Com isso, 69 cidades podem ter índices de 20% na tarde desta terça-feira (24).

Segundo o Inmet, o aviso de perigo potencial começou a valer ao meio dia e vai até às 19h de hoje. Os índices são considerados baixos e oferecem risco para a saúde humana, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde).

A recomendação nesse período é ingerir bastante líquido, evitar desgaste físico nas horas mais secas e evitar exposição ao sol nas horas mais quentes do dia. Em qualquer emergência, acionar a Defesa Civil pelo 199 e o Corpo de Bombeiros pelo 193.

As cidades em alerta são: Água Clara, Alcinópolis, Amambai, Anastácio, Anaurilândia, Angélica, Antônio João, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bandeirantes, Bataguassu, Batayporã, Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Brasilândia, Caarapó, Camapuã, Campo Grande, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corguinho, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Douradina, Dourados, Fátima do Sul, Figueirão, Glória de Dourados.

Assim como Guia Lopes da Laguna, Iguatemi, Inocência, Itaporã, Itaquiraí, Ivinhema, Jaraguari, Jardim, Jateí, Juti, Laguna Carapã, Maracaju, Miranda, Naviraí, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Paraíso das Águas, Paranaíba, Pedro Gomes, Ponta Porã, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, Rochedo, Santa Rita do Pardo, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sidrolândia, Sonora, Taquarussu, Terenos, Três Lagoas e Vicentina.

Nos siga no Google Notícias