A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

15/04/2013 20:01

"Bodinho" assume a Prefeitura de Paranaíba, esperando por Diogo Tita

Zemil Rocha
Bodinho assumiu a Prefeitura de Paranaíba nesta tarde (Foto: Arquivo)"Bodinho" assumiu a Prefeitura de Paranaíba nesta tarde (Foto: Arquivo)

Paranaíba tem novo prefeito a partir de hoje, embora com base na internidade. Nesta tarde, por volta das 15 horas, numa solenidade que durou cerca de 20 minutos, na Câmara Municipal, o presidente da Casa, vereador Paulo Borges Bevilaqua da Silva, o “Bodinho”, assumiu a chefia do Executivo e prometeu respeitar a Constituição Federal, a Constituição Estadual e a Lei Orgânica do Município (LOM). Cerca de 90 pessoas lotavam a Câmara no momento da posse.

“Bodinho” assumiu a prefeitura em razão da vacância do cargo, ditada pela cassação do prefeito José Garcia de Freitas, o “Zé Braquiária”, e do vice Flavio Cury (PSC). A decisão foi confirmada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), baseada na acusação de “Zé Baquiária” ter utilizado o site da prefeitura para fazer propaganda irregular e por ter feito campanha por meio de uma publicação distribuída durante período não autorizado.

Após a posse, “Bodinho” confirmou que deverá nomear apenas dois auxiliares: Ailton Luciano dos Santos (Jurídico-Administrativo) e Jamil Balduíno (Finanças). Também reafirmou que vai chamar o Ministério Público para acompanhar sua gestão.

A presidência da Câmara será exercida pelo vice-presidente, vereador Paulo Henrique Soares (PDT), isto se ele não renunciar, já que denunciou um esquema para a posse interina de “Bodinho” na prefeitura de Paranaíba a fim de dar segurança jurídica ao deputado estadual Diogo Tita (PPS), que foi o segundo colocado na eleição e só estaria querendo assumir o comando do Executivo quando a decisão transitar em julgado e não caber mais recurso. Isto porque para assumir a prefeitura precisa renunciar ao cargo de deputado estadual. E aí não teria volta à Assembleia, caso haja reforma da decisão do TRE na instância máxima da Justiça Eleitoral, o TSE.

“Eu fui empossado porque Artigo 89 da Lei Orgânica do Município assim determina”, afirmou “Bodinho”, contestando o colega Paulo Soares e negando qualquer tipo de articulação para beneficiar Diogo Tita. “Ou eu tomava posse ou perdia o cargo de presidente da Mesa da Mesa Diretora da Câmara”, argumentou.

 



Como Paranaibense, me sinto envergonhado, desses Promotores de Paranaíba, na campanha o Dep Tita, fez uso de compra de voto, se embriagava e pagava para os maus eleitores, inclusive menores na Av Três Lagoas e nada aconteceu.
 
Jose Roberto da Silva em 16/04/2013 08:32:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions