A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 16 de Dezembro de 2018

07/04/2018 13:14

"Ninguém está acima da lei", diz Rodrigo Maia sobre a prisão de Lula

Presidente da Câmara esteve na Capital para lançar sua pré-candidatura à presidência do País

Osvaldo Júnior e Leonardo Rocha
Rodrigo Maia, presidente nacional do DEM, que esteve em Campo Grande (Foto: Marina Pacheco)Rodrigo Maia, presidente nacional do DEM, que esteve em Campo Grande (Foto: Marina Pacheco)

“Ninguém está acima da lei”. Este é o entendimento do deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara Federal, sobre a determinação da prisão do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. Maia, que também é o presidente nacional do DEM, está em Campo Grande para lançar sua pré-candidatura à presidência da República e para filiar novos correligionários.

Apesar de considerar que decisão judicial deve cumprida, Rodrigo Maia afirma que a prisão de Lula motiva comemorações. “Não é dia para comemorar a prisão de um ex-presidente, mas a Justiça deve ser respeitada”, considerou.

Maia reforçou a necessidade de respeitar as instituições. “Ninguém está acima da lei”, enfatizou. Para ele, a decisão da prisão do Lula representa novo momento para a política nacional. “Estamos chegando ao fim do ciclo da política velha. Entendo que depois das eleições, os políticos precisam fazer nova política. A sociedade quer algo diferente, não aceita mais práticas antigas. Acredito que vamos entrar em um novo momento”, finalizou.

O evento de filiação do DEM e de apresentação da pré-candidatura de Maia à presidência do País foram realizados na Câmara Municipal durante a manhã deste sábado.

Rodrigo Maia chegou à Capital no início do dia e foi recebido, no Aeroporto Internacional de Campo Grande por partidários, deputados federais Luiz Henrique Mandetta, ex-presidente regional do DEM, e também de Tereza Cristina, parlamentar que se filiou a legenda depois de deixar o PSB.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions