A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

25/11/2015 19:50

Prefeitura vai pagar atrasados em 4 vezes e fecha acordo com a Santa Casa

Flávio Paes e Alan Diógenes
Bernal conseguir fechar contrato com a Santa Casa por mais um ano. (Foto: Arquivo/ Campo Grande News)Bernal conseguir fechar contrato com a Santa Casa por mais um ano. (Foto: Arquivo/ Campo Grande News)

Com a intermediação do MPE (Ministério Público Estadual), a Prefeitura Municipal de Campo Grande e a Santa Casa fecharam acordo, que em princípio acaba com o embate que se desenhava por conta da insistência do prefeito Alcides Bernal (PP) só pagar repasses em atraso depois de auditoria, quando todas as faturas dos hospitais credenciados pelo SUS (Sistema Único de Saúde) são auditados mês a mês por auditores da própria Secretaria Municipal de Saúde.

Ficou acertado que dos R$ 13,5 milhões que a Santa Casa cobrava do município, a prefeitura vai pagar R$ 11,9 milhões em quatro parcelas. As duas primeiras parcelas (dia 30 de novembro  e 20 de dezembro) serão no valor R$ 1,5 milhão e as outra duas (em 20 de fevereiro e 20 de março) no montante de R$ 4,5 milhões, cada uma. O hospital abriu mão de receber do restante, R$ 1,5 milhão.  

Em contrapartida, o hospital assumiu o compromisso de manter o atendimento em sua plenitude, inclusive os 12 leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) que a Santa Casa chegou a fechar (alegando que estava com o estoque de medicamentos zerados), e teve de reabrir por força de uma decisão judicial para o atendimento de pacientes que esperavam vaga nas UPAS (Unidades de Pronto Atendimento). O hospital alega que está com dificuldades para repor os estoques porque acumula uma dívida de R$ 8 milhões com fornecedores e médicos.

Também ficou previamente acertada a renovação da contratualização por mais um ano, quando a Santa Casa pretendia um prazo de cinco anos. Os detalhes sobre os valores dos repasses serão anunciados amanhã num evento programado para às 15h. Inicialmente a Prefeitura deve entrar um repasse de R$ 3,5 milhões. Também está prevista a assinatura de um convênio com o Hospital do Pênfigo, para atender a demanda represadas de cirurgias ortopédicas. A prefeitura conseguiu um ônibus, adaptado com consultório, que atenderá os pacientes e aqueles com indicação de cirurgião,serão encaminhados para o Pênfigo.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions