A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/08/2013 13:05

“Se André quiser a vaga é dele”, diz Mochi sobre disputa ao Senado

Leonardo Rocha
Mochi diz que vaga do senado ainda é do André (Foto: Simão Nogueira)Mochi diz que vaga do senado ainda é do André (Foto: Simão Nogueira)

O presidente estadual do PMDB, o deputado estadual Junior Mochi (PMDB), afirmou que se o governador André Puccinelli (PMDB) voltar atrás de sua decisão e decidir disputar a eleição ao senado, a vaga do PMDB é dele.

“Se o André quiser a vaga é dele, o governador é nossa principal liderança política e acredito que todo partido entende que será o nosso melhor representante”, afirmou Mochi. O deputado ponderou que Puccinelli afirmou que não iria disputar este pleito eleitoral, pois gostaria de terminar o seu mandato até o final de 2014. “Ele argumentou que era sua decisão pessoal”.

O líder do PMDB na Assembleia, o deputado estadual Eduardo Rocha (PMDB), destacou que o André poderá se ausentar do cargo até o dia 30 de março do governo estadual, e, portanto poderá mudar de ideia até este período. “Ainda é nossa primeira opção”.

Apoio – A vice-governadora Simone Tebet (PMDB) que já revelou que vai fazer campanha para poder disputar a vaga ao senado, no entanto ressaltou que caso André resolva disputar a vaga ela abre mão da disputa. “Ele também é meu candidato, só vou pleitear esta vaga se ele não quiser”, apontou.

Nelsinho Trad ficará responsável por fazer as articulações políticas com os aliados e se caso o partido decida que deve ceder a vaga ao senado, o PMDB deixará de indicar os dois candidatos na eleição majoritária. Entre os principais alvos da legenda está o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions