A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Agosto de 2017

01/06/2016 11:41

Ainda faltam nomes na denúncia da Operação Coffee Break, diz prefeito

"O crime foi desvendado e a sociedade toda quer ver a punição", declarou Alcides Bernal (PP) nesta quarta-feira (1)

Mayara Bueno e Alberto Dias
Prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). (Foto: Arquivo)Prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). (Foto: Arquivo)

O prefeito Alcides Bernal (PP) considera que a denúncia entregue à Justiça, com 24 suspeitos de integrar esquema criminoso para cassá-lo, ainda está incompleta. "Existem outros nomes, mas as investigações prosseguem e confio no Ministério Público, Polícia Federal e Poder Judiciário", declarou, sem citar outros possíveis envolvidos. Segundo ele, os prejuízos aos cofres públicos são "enormes e irreparáveis", chegando a 30% do orçamento da cidade.

A declaração acontece um dia depois da entrega à Justiça da denúncia de suposto esquema para cassação de Bernal, que ocorreu em março de 2014. O grupo de 24 investigados na Coffee Break foi denunciado por associação criminosa, corrupção ativa e passiva. "O crime foi desvendado e a sociedade toda quer ver a punição" declarou Bernal, durante evento na manhã desta quarta-feira (1ª) da Rede PNAFM (Programa Nacional de Apoio à Modernização Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros).

“A denúncia do Ministério Público concretiza o que venho falando há muito tempo, mas não basta descobrir quem é. Essas pessoas precisam ser julgadas", complementou o prefeito, sob a justificativa de que enquanto não houver uma decisão mais firme por parte do Judiciário, Campo Grande corre o risco de sofrer novos prejuízos, "pois os investigados ainda estão no poder e muitos com mandato".

Durante o encontro, no Hotel Jandaia, além de falar com a imprensa, Bernal fez questão de contar o caso em seu discurso na abertura do evento, que segue até amanhã com a presença de representantes de vários municípios, como Rio de Janeiro (RJ), Fortaleza (CE) e as cidades paulistas de Araçatuba, São Bernardo do Campo e Itapetininga.

Bernal discursou sobre a Coffe Break na abertura de evento esta manhã no Hotel Jandaia. (Foto: Alberto Dias)Bernal discursou sobre a Coffe Break na abertura de evento esta manhã no Hotel Jandaia. (Foto: Alberto Dias)
Coffee Break denuncia 24 políticos e empresários por corrupção
Grupo de 24 investigados na Operação Coffee Break foi denunciado nesta terça-feira (31), pela PGJ (Procuradoria-geral de Justiça), por envolvimento n...
Justiça Federal determina que bens de ex-prefeita sejam bloqueados
Cinco pessoas, entre elas a ex-prefeita de Três Lagoas, Márcia Moura, estão na lista em que a Justiça Federal determina o bloqueio de bens sob acusaç...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions