A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

18/11/2014 17:47

André diz que deixará herança bendita de obras para Reinaldo inaugurar

Lidiane Kober e Ludyney Moura
Reunião de hoje serviu para detalhar as ações em execução na Secretaria de Obras Públicas. (Foto: Marcelo Calazans)Reunião de hoje serviu para detalhar as ações em execução na Secretaria de Obras Públicas. (Foto: Marcelo Calazans)

Em reunião com a equipe de transição do governador eleito, Reinaldo Azambuja (PSDB), o governador André Puccinelli (PMDB) afirmou, nesta terça-feira (18), deixar herança “bendita” de obras para o sucessor inaugurar. Ele ressaltou que, “sem ter fabricado o filho”, o tucano “vai assistir o parto, batizar e por o nome”.

André se referia a inauguração de dois hospitais, um em Três Lagoas e outro em Dourados, além do Aquário do Pantanal. “O próximo governador não terá herança maldita, terá herança bendita”, disse, após reunião de duas horas para detalhar as ações em execução na Secretaria Estadual de Obras Públicas.

Segundo o governador, as três obras estão na reta final e contam com dinheiro em caixa para serem concluídas. “Sem ter fabricado o filho, ele (Reinaldo) vai assistir o parto, batizar e por o nome”, afirmou sobre os investimentos.

No final do mandato, André prometeu entregar 93% do Aquário pronto. “Dos 32 tanques, 29 vão estar concluídos”, garantiu. Ele, porém, reforçou inaugurar pelo menos parcialmente a obra para ficar registrado o seu nome.

Sobre o programa “MS Forte 2”, que prevê investimentos de R$ 3,6 bilhões, o governador informou restar a liberação de dois financiamentos, um na ordem de R$ 148,4 milhões e outro de R$ 11,7 milhões. “As obras que, por ventura, não forem finalizadas terão dinheiro total para serem pagas até o final do mandato, depositado em conta específica”, assegurou.

André frisou ainda que, na reunião de hoje, “abrimos tudo o que queriam saber”. “Foi mais extensa porque o Marcelo Miglioli (coordenador geral de Reinaldo) é engenheiro e procurou detalhamento maior da secretaria de Obras e eles pediram uma série de coisas”, comentou.

Miglioli, por sua vez, classificou a explanação como “superficial”. “Foi uma apresentação de equipes, adiantamos vários pontos, face a presença do André Puccinelli, foi um diálogo franco, uma explanação superficial”, avaliou.

Indagado sobre as obras prioritárias do novo governo, o coordenador, cotado para assumir a Secretarias de Obras, disse ainda ser “muito prematuro” para listar as ações. “A prioridade agora é saber o funcionamento, a explanação ainda é superficial, vamos aguardar mais detalhes. O momento é de transição e de levantamento de dados”, afirmou.

André exalta a construção de dois hospitais, além do Aquário do Pantanal (Foto: Marcelo Calazans)André exalta a construção de dois hospitais, além do Aquário do Pantanal (Foto: Marcelo Calazans)
Marcelo considera cedo para listar obrar prioritárias da gestão de Reinaldo (Foto: Marcelo Calazans)Marcelo considera cedo para listar obrar prioritárias da gestão de Reinaldo (Foto: Marcelo Calazans)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions