ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  14    CAMPO GRANDE 19º

Política

André diz que iniciou governo achando estar "numa fria"

Por Redação | 28/01/2008 16:19

Durante sua passagem por Paranaíba, na tarde desta segunda-feira (28 de janeiro), o governador André Puccinelli (PMDB) afirmou que assumiu o Executivo estadual achando que estava "entrando numa fria", por conta da situação financeira da administração sul-mato-grossense. A declaração foi dada durante anúncio da construção do Cras (Centro de Referência em Assistência Social) no município e de investimentos na rede de esgoto do bairro Daniel II, na sede da Associação Comercial e Industrial de Paranaíba.

"Quando entrei no governo achei que estivesse entrando numa fria. Encontramos contas bloqueadas e uma dívida de cerca de R$ 46 milhões junto a União. Fizemos um financiamento no Banco do Brasil e pagamos a dívida. Recebemos muitas e intensas críticas no início, mas graças aos apoios das bancadas federal e estadual estamos caminhando para um ótimo futuro para nosso Estado", discursou o governador.

Puccinelli também fez comparações entre sua gestão e a de seu antecessor, Zeca do PT, no que tange a investimentos na área de saúde. Conforme o atual governador, a administração anterior investia 6,97% do orçamento no setor, enquanto seu governo aplica 12,06%. "Ainda é pouco o que estamos fazendo, mas faremos muito mais. O governador tem que ser pai. Campo Grande caminha praticamente sozinha e por isso temos que ser pai e da mais atenção à e estarmos mais presentes em cidades como Paranaíba", afirmou.

O Cras de Paranaíba será instalado no bairro de Lourdes. A secretária Tânia Garib (Trabalho, Assistência Social e Economia Solidária) afirmou que o órgão será uma referência para assistência social, solucionando problemas relativos à vulnerabilidade de famílias.

Puccinelli ainda se compromete a realizar o asfaltamento, até 2010, da MS-431, que faz a ligação entre Paranaíba com a cidade goiana de Lagoa Santa. "Garanto que este pedido, os 14 quilômetros que precisam ser asfaltados, será concretizado até 2009 e nos mais tardar 2010", finalizou. (Com informações do repórter Fernando Machado, do jornal Tribuna Livre de Paranaíba)