A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

22/06/2009 08:01

André tenta reunião com Lula na 4ª para reclamar do gás

Redação

O governador André Puccinelli (PMDB) espera que a conversa com o presidente Lula sobre o valor pago pela Petrobras pelo gás natural boliviano aconteça ainda nesta semana. Puccinelli aguarda para hoje uma resposta de Brasília sobre a reunião que, inicialmente, está prevista para quarta-feira.

O governador denuncia "malandragem" da Petrobras. Segundo o governador, a Petrobras está usando um mecanismo de transferência para subfaturar o preço na revenda, o que prejudica Mato Grosso do Sul que recebe o ICMS por todo produto que entra no país através de Corumbá (426 km de Campo Grande).

O governo do Estado estuda a legalidade desse mecanismo. Até 19 milhões de m³ (metros cúbicos), o gás importado tem um valor, acima disso, o valor cai.

Em outubro de 2008, Mato Grosso do Sul recebia R$ 406 milhões de ICMS, sendo 93,6 milhões do gás boliviano. Foram 31 milhões de m³ de gás natural, comprado a R$ 3,02.

"Aí, eles fecharam a torneira e baixaram para 19 milhões de m³ de gás natural, ficou a R$ 57,6 milhões". Mas hoje, ainda conforme o governador, a importação de gás natural é de 25,3 milhões de m³, enquanto o valor recebido por Mato Grosso do Sul é de R$ 42 milhões.

Nesta segunda-feira, Puccinelli participa da abertura da 1ª Convenção Estadual de Procons, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions